Ergonomia ajuda a pensar trabalho remoto

Você conhece a diferença entre teletrabalho e home-office? E será que não estamos, na verdade, em "trabalho remoto emergencial"? Os desafios desse tipo de trabalho também são discutidos pela ergononomia, uma ciência que vai muito além da "cadeirologia", ou seja, da indicação de mobiliário ou posturas que trazem mais conforto às pessoas, no ambiente onde se desenvolve o trabalho. A sobrecarga, a falta de controle do nosso tempo, a ideia de fracasso ou da realização de trabalhos sem sentido, também são tradadas nesta entrevista com a ergonomista Sandra Gemma, professora da Faculdade de Ciências Aplicadas (FCA) da Unicamp.

Apresentação: Cristiane Kampf