Pedro Augusto Pontin é empossado diretor do Hospital Regional de Piracicaba

O médico ortopedista Pedro Augusto Pontin foi empossado oficialmente, na última sexta-feira (06-07), pelo reitor da Unicamp Marcelo Knobel, como superintendente do Hospital Regional de Piracicaba (HRP), para o quadriênio 2018-2022. O HRP é o segundo hospital de grande porte a ser administrado pela Unicamp em convênio com a Secretaria Estadual de Saúde. É uma unidade de referência em média complexidade clínica e cirúrgica com capacidade para 138 leitos, dos quais 84 de internação, 20 de UTI adulto, 27 de cuidados semi-intensivos e sete para leito-dia.

A posse ocorreu no anfiteatro do HRP. Participaram do evento diversas autoridades, entre elas, os secretários de Administração e de Saúde da cidade de Piracicaba, diretores de hospitais da cidade, vereadores de Piracicaba e região, diretores da FOP e da FCM, além do diretor executivo da DEAS, pró-reitores, do chefe de gabinete da Reitoria, do superintendente do HC, do superintendente do Gastrocentro, de diretores do Hemocentro, membros da Reitoria, da Fascamp, dos AMEs, docentes, alunos, colaboradores e familiares.

 Pedro Augusto Pontin abriu os discursos agradecendo à presença dos convidados, especialmente aos colaboradores que assumiram a missão de estruturar o HRP há quase um ano. “Se hoje estamos rodando um hospital desse porte com todos esses desafios, isso se deve àqueles que não pouparam esforços para que tudo isso começasse a funcionar em março. A expertise e a dedicação fizeram a diferença aqui neste hospital”, agradeceu Pontin, que é formado pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo.

 O Hospital Regional de Piracicaba “Dra. Zilda Arns”, construído pelo governo do Estado, foi inaugurado no dia 16 de março e começou a funcionar com consultas nos ambulatórios de anestesiologia, otorrinolaringologia e oftalmologia. No último trimestre, o HRP realizou 3670 consultas, 180 cirurgias, 2800 exames, 425, ressonâncias magnéticas, 360 endoscopias e 175 tomografias de coerência óptica (OCT).

Em junho, O HRP começou as internações de pacientes que necessitam de cuidados intensivos na UTI. As demais áreas médicas entrarão em funcionamento de forma gradual. O hospital é referência em média complexidade clínica e cirúrgica para os 26 municípios que integram o Departamento Regional de Saúde de Piracicaba (DRS-X) e atenderá apenas pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Neste ano, serão ativados 60 leitos: 10 de UTI-adulto, oito de tratamento semi-intensivo e 42 de enfermaria clínico-cirúrgica.

Marcelo Knobel destacou mais uma vez a importância da Área da Saúde da Unicamp e a parceria com a Secretaria de Estado da Saúde. Para ele uma parceria bem consolidada e cada vez mais alinhada com a missão da Universidade de fomentar o ensino, a pesquisa e a extensão. “Tenho certeza que esse hospital será um modelo de assistência como as outras unidades chanceladas pela Unicamp”, comentou Knobel, que conclui “Quero estar presente na comemoração do primeiro ano de atividades deste hospital".

Após o evento uma comitiva de docentes da FCM, da FOP e convidados foi conhecer as instalações do Hospital Regional de Piracicaba.

Posse do diretor do Hospital Regional de Piracicaba
Posse do diretor do Hospital Regional de Piracicaba
Posse do diretor do Hospital Regional de Piracicaba
Posse do diretor do Hospital Regional de Piracicaba
Posse do diretor do Hospital Regional de Piracicaba
Posse do diretor do Hospital Regional de Piracicaba