Pesquisadora americana apresenta atlas interativo sobre a ocupação urbana da cidade do Rio de Janeiro

Alida Metcalf
Alida Metcalf

A historiadora americana Alida Metcalf apresentou na última terça-feira (dia 15) a palestra “ImagineRio e o abastecimento de água no Rio de Janeiro”. Organizado pelo Centro de Pesquisa em História Social da Cultura (Cecult) da Unicamp, o evento divulgou ao público suas pesquisas baseadas na aplicação da tecnologia de georrefereciamento de mapas históricos. A visita da especialista, que atua como professora titular do departamento de História da Universidade Rice (EUA), faz parte de um convênio com a Unicamp instituído em 2014 que, além da organização de seminários anuais, também abriga um programa de duplo diploma. A estadia na Unicamp está sendo financiada pela Fapesp.

A pesquisadora começou a palestra relembrando o primeiro contato que teve com a história do Brasil, que resultou no livro Family and Frontier in Colonial Brazil: Santana de Parnaíba, 1580-1822 (Família e Fronteira no Brasil Colônia, 1580-1822, inédito em português) publicado pela University of California Press em 1992. Posteriormente, o interesse pelo Brasil fez com que criasse, juntamente com o professor Farès el-Dahdah, também da Universidade Rice, o projeto ImagineRio, em 2011.

A plataforma funciona como um atlas interativo sobre a ocupação urbana da cidade do Rio de Janeiro, abrangendo desde 1502 até a atualidade. Por meio do cruzamento de desenhos, gravuras, fotografias e obras de arte que retratam a paisagem da cidade, mapas de época e plantas baixas de prédios históricos, o ImagineRio permite visualizar como era um bairro ou até mesmo um edifício em um determinado período, tomando como referência a sua localização atual no GPS. A ferramenta expande as possibilidades do uso da cartografia na investigação histórica: pesquisadores podem visualizar alterações geográficas e urbanas, e acompanhar as modificações nos edifícios e no traçado das ruas, recuperar elementos. Potencial comprovado pela própria Alida, que utiliza os recursos da plataforma para desenvolver um estudo sobre os antigos aquedutos que abasteciam a capital carioca, como o que corria onde atualmente se encontra a linha de bonde dos Arcos da Lapa.

“A história do Rio de Janeiro é singular porque tem muito a ver com a imagem. Sempre foi um porto importante e movimentado, atraindo gente de todos os cantos. Então, desde o século XVI, ela vem sendo retratada de inúmeras formas por viajantes, naturalistas. E é também uma cidade planejada desde o início, podemos dizer que a sua urbanização foi imaginada ao longo dos séculos. A intenção do ImagineRio é dar vida a esses antigos mapas, através do uso da tecnologia”, definiu Alida Metcalf.

Serviço

Para saber mais sobre o ImagineRio, acesse o site do projeto: http://hrc.rice.edu/imagineRio/