Vestibular mantém abstenção baixa

 

Vestibular: disputa por uma vaga na Unicamp
Vestibular: disputa por uma vaga na Unicamp

Nesta segunda-feira, 16 de janeiro, a Comissão Permanente para os Vestibulares da Unicamp (Comvest) aplicou as provas do segundo dia da segunda fase do Vestibular Unicamp 2017. 13.765 candidatos fizeram as provas de Geografia, História e Matemática. A Comvest registrou uma abstenção de 10,6% nesse segundo dia, bem abaixo dos 14,8% registrados no segundo dia do ano passado. No domingo, a abstenção foi de 10%. Dentre todas as cidades, o menor índice de abstenção registrado nesta segunda-feira foi em Campinas: 7,3% (contra 10,6% no ano anterior). Em São Paulo, a abstenção no segundo dia de provas foi de 11,1% (contra 15,7% em 2016).

Índice de abstenção da 2ª fase

Provas da 2ª fase
 

De acordo com Jayme Vaz, coordenador de pesquisa da Comvest, o crescimento pequeno da abstenção de um dia para o outro chama a atenção. “Foi surpreendente em relação ao ano passado, já que a variação em 2016 foi de 1,6 ponto percentual e este ano de apenas 0,6”, comentou Vaz.
 

Este ano, a Comvest tem registrado os menores índices de abstenção dos últimos seis anos. Em 2016 a abstenção geral no primeiro dia da segunda fase foi de 13,2%; em 2015 de 11%; em 2014 de 11,3%; em 2013 de 12,2%; em 2012 de 10,7% e em 2011 de 8%.

Nesta terça-feira, 17 de janeiro, os candidatos farão as provas de Biologia, Química e Física.

Provas
Na avaliação dos coordenadores da Comvest, as provas desta segunda-feira cobraram conteúdos bem diversificados, além de estarem bastante ilustradas. Na prova de Geografia, a coordenadora adjunta da Comvest, Fosca Leite, destacou uma questão elaborada a partir da obra do escritor moçambicano Mia Couto, Terra Sonâmbula, que solicitava aos candidatos dissertarem sobre a questão dos refugiados e da guerra em Moçambique. “Essa é uma questão muito interessante, pois além de tudo, o trecho é de um livro indicado para leitura obrigatória em língua portuguesa, o que mostra certa relação interdisciplinar nas provas”, afirmou Fosca Leite.

Outra questão citada pelos coordenadores foi da prova de Matemática que, a partir de um assunto do cotidiano – os tradicionais cafezinho e cafezinho com leite –, solicitava que os candidatos calculassem a variação percentual de preços. 
 

Questão 13, de matemática, no segundo dia de provas da segunda fase
O café fez parte da questão 13, que solicitava aos candidatos o cálculo da variação percentual de preços

As provas estão disponíveis na página eletrônica da Comvest. As respostas esperadas das provas da segunda fase serão divulgadas na internet a partir de quarta-feira, dia 18.

As provas da segunda fase são realizadas em 18 cidades: Bauru, Brasília, Campinas, Guarulhos, Jundiaí, Limeira, Mogi Guaçu, Piracicaba, Presidente Prudente, Registro, Ribeirão Preto, Santo André, Santos, São Carlos, São José do Rio Preto, São José dos Campos, São Paulo e Sorocaba.

 

Vestibular: provas de Geografia, História e Matemática no segundo dia
Vestibular: provas de Geografia, História e Matemática no segundo dia

Leia também

Vestibular registra menor abstenção em seis anos

Vestibular começa segunda fase no domingo
 

Imagem de capa

Candidatos a uma vaga na Unicamp realizam prova em sala da Unip, em Campinas
Vestibular: provas em Campinas foram na Unip