Unicamp e DWIH (Alemanha) têm encontro para ampliar parcerias

Unicamp e DWIH (Alemanha): parceria de mais de 10 anos
Representantes da DWIH (Alemanha) foram recebidos pelo reitor Antonio Meirelles e gestores da Unicamp

A Unicamp tem uma longa história de parcerias institucionais com universidades da Alemanha. Para estreitar essa proximidade, o reitor Antonio José de Almeida Mereilles, a coordenadora geral Maria Luiza Moretti, o pró-reitor da PRP João Romano e o diretor Executivo de Relações Internacionais (DERI) Osvaldir Taranto, receberam representantes do Centro Alemão de Ciência e Inovação (DWIH São Paulo). A delegação alemã foi liderada por Jochen Hellman, diretor da DAAD Brasil e do DWIH. O encontro foi organizado pela DERI na sexta-feira, 4/2.

O diretor do DERI lembrou das 32 parcerias com instituições de ensino da Alemanha, além de destacar o envio de alunos e servidores em programas de bolsa e capacitação profissional. “Nossa parceira com as instituições alemãs tem mais de 10 anos e renderam bons frutos”, avaliou Taranto. Na sequência, o professor Mariano Laplane apresentou o projeto do HUB Internacional de Desenvolvimento Sustentável (HIDS) e os programas e projetos realizados pela Agência de Inovação da Unicamp.

Parceria entre Unicamp e DWIH (Alemanha) existe há mais de 10 anos
Representantes das instituições discorrem sobre parceria entre Unicamp e DWIH (Alemanha) que existe há mais de 10 anos

Jochen Hellman, diretor da Deutscher Akademischer Austauschdienst (DAAD), contou que a agência está prestes a completar um século de fundação e que atua no Brasil há 50 anos. Para ele, a instituição está na vanguarda das ações de internacionalização de ensino superior. “O Brasil é muito importante para a Alemanha e temos interesse na ampliação do intercâmbio acadêmico”, explicou o diretor. Foram apresentadas informações sobre Universidade de Münster, Universität Berlin, Universidade Técnica de Munique, Universidade de Potsdam e Instituto Fraunhofer IVV. Para o coordenador DWIH São Paulo, Márcio Weichert, é preciso fortalecer a presença da DAAD no Brasil e a Unicamp deverá contribuir em muito para tal ação.

O reitor da Unicamp, Antonio Meirelles, falou da importância da interação entre a Unicamp e as instituições alemãs. “Promover essa interação é vencer barreiras, mostrando que o conhecimento pode superar muitos desafios”. A coordenadora geral da Universidade, Maria Luiza Moretti, lembrou a tradição da Universidade em inovação, ciência e tecnologia, destacando que projetos de internacionalização ampliam e qualificam essa vocação. “A inovação do conhecimento se dá também pela troca de ideias e experiências. Essa aproximação vai gerar oportunidades de crescimento”, disse.

Convênios da Unicamp com instituições de ensino da Alemanha já somam 32, além do envio de alunos e servidores em programas de bolsa e capacitação profissional
Convênios da Unicamp com instituições de ensino da Alemanha já somam 32, além do envio de alunos e servidores em programas de bolsa e capacitação profissional

Integraram a delegação alemã Daniela Theuer (gerente de projetos e eventos do DWIH São Paulo), Laura Redondo (Universidade de Münster), Christian Lazar (Freie Universität Berlin), Sören Metz (Universidade Técnica de Munique), Sven Dinklage, representante da Universidade de Potsdam (escritório em Campinas) e Alexandre Medeiros, representante do Instituto Fraunhofer IVV e da plataforma de inovação Fraunhofer para novos sistemas alimentares (FIP-NFS@ITAL) em Campinas. Pela Unicamp, participaram Rafael Dias, Assessor de Relações Internacionais, Angélica Torresin, Coordenadora de cooperação da Unicamp com instituições alemãs, Mariano Laplane, Coordenador do Projeto HIDS, Milena Serafim, Diretora Associada da Faculdade de Ciências Aplicadas, Renato Lopes, Diretor Associado da Inova e Vanessa Sensato, Diretora de Relações Institucionais da Inova.