Unicamp e Emdec discutem ciclovias e campanha educativa de trânsito

A interligação de áreas de Campinas por meio de ciclovias e ciclofaixas que atravessem a Unicamp e uma campanha educativa sobre trânsito foram temas de uma reunião entre o reitor Antonio José de Almeida Meirelles e o secretário da Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas (Emdec), Vinicius Riverete, na quinta-feira (9). Realizado no Gabinete da Reitoria, o encontro teve também a presença do prefeito da Universidade, Juliano Davoli Finelli, e do coordenador Departamental da Emdec, Rafael Bonardo, além de técnicos da Universidade e da Prefeitura de Campinas. A Emdec congrega os setores de trânsito e transportes da cidade.

“Foi um encontro de grande importância, pois em março de 2022 retomaremos as aulas de forma presencial e com isso o fluxo na Universidade tende a ser intenso. Alunos, professores e funcionários usam as ciclovias e ciclofaixas para acessar a Unicamp. Temos que oferecer segurança a todos”, declarou o reitor. Antonio Meirelles solicitou ao prefeito e aos técnicos da área de mobilidade da Unicamp que intensifiquem os contatos com a Emdec para que as intervenções necessárias sejam feitas.

##
Reunião foi importante no sentido de que em março de 2022 serão retomadas as aulas de forma presencial e com isso o fluxo na Universidade tende a ser intenso

O prefeito da Unicamp entregou aos técnicos do órgão municipal cópia do projeto que prevê a construção de 5.600 metros de ciclofaixa dentro do campus. Finelli ressaltou o conhecimento desenvolvido pela Emdec na gestão de trânsito e disse que planeja parcerias para implantar ações na Unicamp. Entre os pedidos do prefeito está uma campanha educativa sobre trânsito para os usuários do campus. “O campus é acessado por vários motivos, inclusive como rota de passagem, por isso queremos contar com a experiência da Emdec nessa campanha”, explicou.

Vinícius Riverete informou que o órgão e seus profissionais estão à disposição da Unicamp e que existe um plano para interligar áreas de Campinas, de onde a necessidade de debater com a Universidade intervenções nas proximidades do campus que possam resultar em benefício ao trânsito da região. “Mudar o patamar do trânsito de Campinas é um desafio gigante, mas estamos trabalhando para isso. Queremos debater com a Unicamp intervenções no seu entorno para termos um trânsito mais fluido”, disse.

Os técnicos da Unicamp e Emdec se comprometeram a manter contato visando a elaborar estudos para implantação das ações.

Imagem de capa

Representantes da Unicamp entregaram aos técnicos do órgão municipal cópia do projeto que prevê a construção de 5.600 metros de ciclofaixa dentro do campus
Representantes da Unicamp entregaram aos técnicos do órgão municipal cópia do projeto que prevê a construção de 5.600 metros de ciclofaixa dentro do campus