Um novo espaço de ensino e aprendizagem para aulas mais instigantes

Quem não se lembra das aulas de Física e Matemática na Universidade? Derivada, integral, vetores, equações e fórmulas podem ter sido o pesadelo de muitos alunos. Apesar de serem conteúdos essenciais para a formação em vários cursos da universidade, taxas de reprovação elevadas têm afetado o avanço dos alunos e favorecido a evasão. As causas da dificuldade em disciplinas de Física e Matemática são várias, desde uma formação inadequada no ensino pré-universitário, a imaturidade dos alunos nos primeiros anos da universidade (quando geralmente cursam essas disciplinas) até metodologias de ensino inapropriadas.

Com paredes coloridas, pintura artística, posters explicativos e montagens com demonstrações de fenômenos físicos, o espaço foi projetado para que os visitantes "respirem" Física e Matemática
Com paredes coloridas, pintura artística, posters explicativos e montagens com demonstrações de fenômenos físicos, o espaço foi projetado para que os visitantes "respirem" Física e Matemática

Com recursos da Coordenadoria Geral da Universidade (Edital CGU 01/2019), da Pró-reitoria de Graduação (Renovagrad-2020), da Pró-reitoria de Extensão (Edital ProEC/2020) e da própria Unidade, a Faculdade de Tecnologia (FT) da Unicamp está implementando um espaço de ensino e aprendizagem para aproximar as aulas teóricas das de laboratórios.  As atividades no novo espaço visam aumentar a motivação dos alunos nas disciplinas de Física e Matemática, proporcionar uma aprendizagem mais significativa e, com isso, reduzir as taxas de reprovação e de evasão.

Uma sala de aula tradicional de 100 m2 foi reformulada para abrigar o “Explora”. Com paredes coloridas, pintura artística, posters explicativos e montagens com demonstrações de fenômenos físicos, o espaço foi projetado para que os visitantes "respirem" Física e Matemática. “ Várias montagens adquiridas ao longo de anos pela Unidade estavam espalhadas pelo campus. A ideia foi concentrá-las em um único lugar que funcionasse como um pequeno museu”, explica o professor Vitor Coluci, idealizador e executor do projeto. “Não é para ser apenas mais um repositório, mas, sim, um local de ensino e aprendizagem, onde professores e alunos pudessem interagir com as demonstrações e complementar as aulas”, acrescenta. 

O objetivo para o novo espaço é proporcionar uma aprendizagem mais significativa e, com isso, reduzir as taxas de reprovação e de evasão
O objetivo para o novo espaço é proporcionar uma aprendizagem mais significativa e, com isso, reduzir as taxas de reprovação e de evasão

Equipada com bancadas, banquetas, armários, retroprojetor, TV, lousa de vidro, o Explora tem em uma de suas paredes uma obra de Juliana Gonçalves, artista plástica e aluna de pós-graduação da FT. A pintura foi feita com a ajuda de alunos de graduação durante a recepção aos calouros de 2019. Além do acervo físico das montagens e demonstrações, o Explora conta com um acervo virtual complementar composto por textos explicativos para os fenômenos abordados nas montagens, vídeos e animações interativas. O acervo virtual pode ser acessado pelo site do Explora e também pelos QR-Codes que ficam ao lado de cada demonstração.

O espaço ainda poderá ser usado na Unicamp de Portas Abertas (UPA), para exposições, palestras e cursos. “Temos um projeto de extensão para professores de Ensino Médio com cursos sobre instrumentação para o ensino. O Explora será o espaço ideal para isso”, comenta o professor Coluci.

Imagem de capa

Faculdade de Tecnologia (FT) da Unicamp propõe metodologia integradora para conteúdos de Física e Matemática
Faculdade de Tecnologia (FT) da Unicamp propõe metodologia integradora para conteúdos de Física e Matemática