Polícia encontra suspeito de pichações

A Polícia Civil localizou nesta sexta-feira (17) o homem suspeito de pichar frases com ameaças e símbolos nazistas nas paredes e computadores do Instituto de Estudos da Linguagem (IEL), Instituto de Geociência (IG), Biblioteca Central (BC) e Instituto de Física (IF). Ele foi conduzido ao 7º Distrito Policial para prestar esclarecimentos. A identificação foi feita com base nas imagens do circuito interno de segurança do IEL. As imagens foram gravadas na quarta-feira (15) por volta das 21 horas, na biblioteca do IEL. Assim que tomou conhecimento do caso, a administração central da Unicamp instaurou uma sindicância interna e comunicou a polícia, que assumiu o trabalho de investigação criminal.

A Unicamp se preocupa com a segurança no campus e vem tomando diversas providências. Entre elas,  a intensificação de rondas em horários e locais específicos que são mais vulneráveis. A Universidade também conta com serviço de escolta sempre que requisitado, dentro do campus, para acompanhar as pessoas aos seus carros no estacionamento, principalmente no período noturno, e com o Botão de Pânico, um aplicativo para celulares que permite a comunicação direta e rápida com a equipe de vigilância interna.

Leia também:

Unicamp divulga imagens de suspeito de pichações nazistas e racistas
 

Nota de repúdio aos atos de vandalismo no IEL e IG

Imagem de capa

Imagens do circuito interno de câmeras da Unicamp
Imagens do circuito interno de câmeras da Unicamp