Saúde

Atendimento público

A Área de Saúde da Unicamp é formada por um complexo hospitalar envolvendo o Hospital de Clínicas (HC), o Hospital Estadual Sumaré (HES), o Hospital da Mulher "Professor Doutor José Aristodemo Pinotti" – Centro de Atenção Integral à Saúde da Mulher (Caism) e por setores de apoio como o Hemocentro, o Centro de Diagnóstico de Doenças do Aparelho Digestivo (Gastrocentro) e o Centro de Estudos e Pesquisas em Reabilitação “Prof. Dr. Gabriel O.S. Porto” (Cepre). Essa área como um todo está inserida dentro da Faculdade de Ciências Médicas (FCM) e realiza atividades de ensino, pesquisa, assistência e extensão. Atende a cerca de 500 mil pacientes por ano, principalmente provenientes da macrorregião de Campinas e sul de Minas Gerais. Veja abaixo como cada unidade atua.

O HC, que é um órgão diretamente subordinado à Reitoria da Unicamp, está situado entre os maiores hospitais públicos do Estado de São Paulo. O hospital presta atendimento de nível terciário, ou seja, de maior complexidade. Também é um centro de excelência médica nacional que soma cerca de três mil profissionais, distribuídos nos mais diversos setores, e trabalha com o comprometimento de uma equipe multidisciplinar e com equipamentos médico-hospitalares de última geração, o que o distingue como um dos poucos do interior do Estado.

Próximo dele, fica localizado o Hemocentro, que sempre teve o aprimoramento da assistência hematológica e hemoterápica como os requisitos fundamentais para a elevação dos patamares de qualidade da instituição. As atividades assistenciais em Hematologia estão concentradas no atendimento ambulatorial realizado no campus da Unicamp, onde são realizados consultas médicas, coletas de exames laboratoriais e tratamentos quimioterápicos e transfusionais. A equipe médica do Hemocentro oferece suporte mediante interconsultas para hospitais da região. Inclui-se ainda em sua rotina os tratamentos psicológicos, odontológicos e fisioterápicos para pacientes da instituição.

Gastrocentro oferece assistência e pesquisa em gastroenterologia e serviços à comunidade, coordenando e promovendo recursos técnicos e científicos para o diagnóstico, controle e tratamento das doenças do aparelho digestivo.

O Hospital da Mulher é a segunda maior unidade da Unicamp, com 1.200 funcionários. Tem mais de 60 subespecialidades. Seu objetivo é prestar assistência terciária e quartenária, e realizar atividades de ensino e pesquisa dentro do campo da atenção à saúde da mulher e do recém-nascido, oferecendo atendimento diagnóstico e terapêutico sobretudo nas áreas de Ginecologia, Obstetrícia, Neonatologia e Oncologia. É mantido com recursos orçamentários da própria Universidade e do Sistema Único de Saúde (SUS).

A CSS do Cecom operacionaliza o planejamento e a execução de programas de saúde voltados a alunos, funcionários e docentes, incluindo a área de odontologia. Assiste também os filhos menores de servidores matriculados no Sistema Educativo da Universidade e escolas sediadas nos campi.

A FOP, paralelamente às atividades acadêmicas, suas clínicas de atendimento oferecem tratamento odontológico à população de Piracicaba e região, e é um centro de referência para outros Estados. Realiza cerca de 200 mil consultas gratuitas por ano, envolvendo tratamentos preventivos e curativos, e assistência a pacientes. São conduzidos quase dois mil atendimentos odontológicos semanalmente.

O HES, administrado pela Unicamp, presta atendimento referenciado a uma microrregião de Campinas, entre elas Sumaré, Nova Odessa, Monte Mor, Hortolândia e Santa Bárbara D´Oeste. Possui duas acreditações, certificando a qualidade da instituição: a Acreditação Hospitalar Nacional com Excelência (ONA Nível 3) e a Acreditação Canadense. Oferece 274 leitos e tem a capacidade de atender a 12 mil consultas ambulatoriais por mês.