Delegação visita universidades canadenses

Autoria
Edição de imagem

Uma delegação da Unicamp liderada pelo reitor Antonio José de Almeida Meirelles visitou seis universidades no Canadá, no período de 16 a 20 de outubro, em viagem na qual a Universidade renovou parcerias e abriu novas possibilidades de ações colaborativas, em diversas áreas de pesquisa, além de articular a ampliação do intercâmbio de estudantes e docentes.

Ao longo da semana, o grupo de Campinas visitou a McGill University, a Polytechnique Montréal e a Université de Montréal. E esteve na Université du Québec à Trois-Rivières, na York University e na University of Toronto.

Além do reitor, participaram da delegação os professores Osvaldir Taranto e Rafael Dias, da Diretoria Executiva de Relações Internacionais (Deri) da Unicamp, Marcelo Brocchi, da Pró-Reitoria de Pesquisa (PRP), Arnaldo Walter (diretor da Faculdade de Engenharia Mecânica – FEM), Milena Serafim (diretora associada da Faculdade de Ciências Aplicadas – FCA), Eliana Araújo (da Faculdade de Enfermagem – Fenf) e Marco Tulio Patino (da Faculdade de Engenharia Agrícola – Feagri).

"A missão ao Canadá pode ser considerada como extremamente exitosa. Em 4 dias visitamos e conversamos com equipes de seis universidades diferentes, localizadas em três cidades importantes do país”, disse o reitor. “Em cada caso específico, definimos, mutuamente, os temas de interesse para colaboração e formas de dar continuidade ao fortalecimento das cooperações”, acrescentou. “Parece-me que estamos no caminho certo para ampliar a internacionalização de nossa universidade”, acredita ele.

Em visita à Polytechnique Montréal, coube à presidente dessa universidade, Maud Cohen, receber a delegação brasileira, para renovação do acordo de colaboração para o prazo de vigência de cinco anos
Em visita à Polytechnique Montréal, coube à presidente dessa universidade, Maud Cohen, receber a delegação brasileira, para renovação do acordo de colaboração para o prazo de vigência de cinco anos

A reunião na McGill University contou com a presença do vice-reitor dessa universidade, Deep Saini, e com a participação de dez docentes e de representantes do escritório de relações internacionais daquela entidade.

Os pesquisadores identificaram oportunidades para ações colaborativas em áreas como neurociências, genômica, inteligência artificial (IA) e suas aplicações, estudos sobre empreendedorismo, políticas públicas, energia e sustentabilidade. Também foi discutida a possibilidade de formalização de um acordo de cooperação entre a Unicamp e a McGill.

Na visita à Polytechnique Montréal, coube à presidente dessa universidade, Maud Cohen, receber a delegação brasileira, quando então as partes assinaram a renovação do acordo de colaboração, agora com um prazo de vigência de cinco anos. O grupo da Unicamp visitou em seguida diferentes laboratórios de engenharia e tecnologia da universidade. 

Grupo durante visita a laboratório na Université du Québec à Trois-Rivières; tratativas para colaboração na área de materiais e energia
Grupo durante visita a laboratório na Université du Québec à Trois-Rivières; tratativas para colaboração na área de materiais e energia

Montreal

A delegação visitou em seguida a Université de Montréal, onde foi recebida pela vice-reitora de parcerias internacionais, professora Valérie Amiraux.

Da pauta, constavam discussões sobre áreas de interesse comum para a realização de projetos colaborativos em pesquisa. Temas como saúde global, digitalização na saúde, esporte, materiais funcionais, energia, sustentabilidade e políticas públicas foram abordados.

Os representantes das duas instituições definiram que serão realizados workshops online – com a participação de docentes dos dois lados – para esmiuçar as possibilidades de colaboração.

A delegação seguiu de Montreal para a cidade de Trois-Rivières, onde visitou a Université du Québec, instituição com a qual a Unicamp mantém projetos em comum nas áreas de materiais e energia, no âmbito do Institut de Recherche sur l'Hydrogène (IRH, instituto de pesquisa sobre o hidrogênio).

Recebeu a delegação o professor Sébastien Charles, pró-reitor de Pesquisa e Desenvolvimento daquela universidade. O grupo da Unicamp também se reuniu com docentes das áreas de administração, enfermagem e engenharias.

Os representantes das duas universidades discutiram formas de aproximação, com o objetivo de intensificar o intercâmbio de docentes e pesquisadores, funcionários técnico-administrativos e estudantes de graduação e de pós-graduação.

Delegação da Unicamp em visita à Université de Montréal
Delegação da Unicamp em visita à Université de Montréal

Toronto

Em Toronto a delegação da Unicamp visitou a York University, onde ocorreu uma reunião com a participação da presidente da entidade canadense, Rhonda Lenton, e do professor Amir Asif, vice-presidente de Pesquisa e Inovação.

Foram discutidas oportunidades de colaboração ao redor de temas como sustentabilidade e resiliência, estudos sobre cidades, mídia e cultura, políticas públicas e inteligência artificial e suas aplicações. Além disso, discutiu-se a possibilidade de criação de um programa bilateral de apoio a projetos de pesquisa desenvolvidos pelas duas universidades.

A delegação, por fim, visitou a University of Toronto, classificada como a 21ª melhor universidade do mundo pelo ranking da Times Higher Education (THE). O grupo foi recebido pelo professor Alex Mihailidis, vice-presidente associado de Parcerias Internacionais.

O reitor Antonio Meirelles na University of Toronto, com o Vice-Presidente Associado
O reitor Antonio Meirelles na University of Toronto, com o vice-presidente Associado de Parcerias Internacionais, Alex Mihailidis

De acordo com o professor Dias, acertou-se ali a renovação do acordo de colaboração entre a Unicamp e a universidade de Toronto, uma vez que o acordo vigente se encerra no início de 2024. Também ficou definida a assinatura de um acordo específico prevendo o intercâmbio de estudantes entre as duas universidades.

“Considero que a missão resultou extremamente exitosa em termos da identificação de oportunidades de colaboração e de encaminhamentos palpáveis e na promoção da Unicamp junto a universidades de prestígio no Canadá”, disse Dias.

Para o professor, trata-se de uma ação fundamental no contexto da retomada da mobilidade internacional de docentes, pesquisadores, estudantes e funcionários, interrompida em decorrência da pandemia de covid-19.

“A visita da delegação da Unicamp a importantes universidades canadenses, com a presença do reitor, é uma manifestação do empenho da Universidade em retomar plenamente as atividades de internacionalização no contexto da redução das barreiras à mobilidade”, finalizou Dias.

Imagem de capa
Além do reitor Antonio Meirelles (ao centro gravata vermelha), participaram da delegação os professores Osvaldir Taranto e Rafael Dias (Deri), Marcelo Brocchi (PRP), Arnaldo Walter (diretor da FEM), Milena Serafim (diretora associada da FCA), Eliana Araújo (Fenf) e Marco Tulio Patino (Feagri)

twitter_icofacebook_ico

Comunidade Interna

Uallace Moreira Lima reafirmou o compromisso do atual governo em apoiar ações e projetos responsáveis por contribuir para o crescimento econômico e sustentável do país

A publicação apresenta um panorama das pesquisas desenvolvidas por estudantes e pesquisadores indígenas nas diferentes regiões do país, em todas as áreas do conhecimento

O grupo é composto por 65 intercambistas de graduação, que farão disciplinas isoladas em diferentes cursos, e 70 alunos regulares de pós-graduação

Atualidades

O encontro reuniu estudiosos do Brasil e do mundo para discutir a forma como as duas áreas devem se preparar a fim de enfrentar os grandes desafios contemporâneos no campo da saúde mental

O projeto “Reator sustentável: constituído por eletrodos de óxidos metálicos e células solares, para aplicações na descontaminação de água ou conversão de CO2 utilizando energia solar” é desenvolvido no âmbito do Centro de Inovação em Novas Energias 

Professor do Instituto de Geociências e autor do livro “Africano: uma introdução ao continente”, Kauê Lopes dos Santos comenta aproximação com países como Egito e Etiópia

Cultura & Sociedade

Escritor e articulista, o sociólogo foi presidente da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Ciências Sociais no biênio 2003-2004

O evento acontecerá entre os dias 29 de fevereiro e 10 de março; a obra ESTAFA ou sobre os sonhos não dormidos foi selecionada na categoria de peças internacionais