HC adere ao Programa São Paulo Amigo da Pessoa Idosa

O Hospital de Clínicas (HC) da Unicamp conquistou a adesão ao Programa São Paulo Amigo da Pessoa Idosa, que concede o selo “Amigo do Idoso” a unidades hospitalares públicas, privadas, filantrópicas ou fundações que se qualificarem segundo critérios de avaliação instituídos pelo próprio programa. A adesão ao Selo Amigo do Idoso é o primeiro passo da jornada, que avança para os níveis inicial, intermediário e pleno.

A certificação é uma iniciativa da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo e tem como objetivo identificar ações que promovam maior qualidade e eficiência no atendimento das pessoas idosas, fortaleçam a segurança assistencial e garantam um cuidado humanizado da população com 60 anos de idade ou mais.

“Nosso objetivo é seguir com as ações que irão fortalecer a qualidade e segurança da assistência aos usuários idosos atendidos no HC e obter o selo inicial até dezembro de 2023, mas a meta é alcançar o nível pleno do programa”, disse a superintendente do HC da Unicamp, Elaine Cristina de Ataíde.

A adesão ao Selo Amigo do Idoso permitirá desenvolver estratégias interdisciplinares que valorizem as necessidades de inclusão e autonomia da pessoa idosa atendida no HC.

“Acredito que o programa direciona o desenvolvimento de ações que irão promover a qualidade da estrutura e dos processos assistenciais e o desenvolvimento dos nossos colaboradores e usuários para um cuidado seguro, qualificado, diferenciado e humanizado”, diz a enfermeira Nilcilene Pinheiro.

Ambulatório de Geriatria

O Ambulatório de Geriatria do HC da Unicamp atende, aproximadamente, 100 pacientes idosos ao mês. Cada atendimento geriátrico dura em torno de uma hora a uma hora e meia. Participam médicos residentes de Geriatria, médicos residentes de Clínica Médica, Neurologia, Neuropsiquiatria Geriátrica e alunos do quinto ano de Medicina da Faculdade de Ciências Médicas (FCM) da Unicamp.

O médico geriatra responsável pelo ambulatório de Geriatria do HC da Unicamp, Andre Fattori, reforça que o objetivo do programa é a promoção de ações inclusivas para o suporte social da população com idade superior a 60 anos, considerando o dado evidente do envelhecimento populacional, o aumento da longevidade, do número de doenças e do grau de dependência funcional.

De acordo com Fattori, a antecipação desses eventos permite a prevenção de vários aspectos da vida da pessoa idosa, preservando características fundamentais para o envelhecimento ativo, que são a manutenção da autonomia e da independência.

Ainda segundo o geriatra, o direcionamento de medidas específicas para a população idosa em qualquer ambiente, mas em especial o ambiente hospitalar, se utiliza de conhecimentos geriátricos e gerontológicos que garantem qualidade de vida no processo de envelhecimento, por ações de saúde, inserção social, atenção particularizada e respeito aos direitos fundamentais que, em última instância, estão relacionados ao bem-estar da pessoa com o avanço da idade.

“No ambiente hospitalar, as medidas de implantação do Programa podem garantir maior segurança ao paciente idoso, com a qualificação da assistência e melhoria dos processos”, comenta Fattori.

Etapas

A primeira etapa para seguir com as ações referentes ao selo Amigo do Idoso é a instituição do Comitê Gestor Local apoiado pela superintendência. O comitê será composto, inicialmente, pelas áreas assistenciais e de apoio, dentre elas, o Departamento de Enfermagem, o NQSS, a Disciplina de Geriatria da Faculdade de Ciências Médicas (FMC) da Unicamp, o Departamento de Fisioterapia, a Divisão de Nutrição e Dietética, o Serviço Social e o Serviço de Farmácia, todos do HC da Unicamp.

A expectativa da Disciplina de Geriatria com a adesão ao Programa é contribuir com a orientação dos procedimentos de forma qualificada, baseada nas melhores evidências da área e integrando o conhecimento gerontológico multi e interdisciplinar. O resultado esperado é a melhoria da assistência oferecida à pessoa idosa no contexto hospitalar.

Programa e Selo Amigo do Idoso

O Programa São Paulo Amigo do Idoso e o Selo Amigo do Idoso foram instituídos pelo Decreto nº 58.047, de 15 de maio de 2012, sendo estes instrumentos de promoção de amplo processo de mobilização realizado no estado, valorizando as premissas da Organização Mundial da Saúde (OMS) quanto ao Envelhecimento Ativo e estabelecendo quatro pilares de ação, proteção, educação, saúde e participação. Uma Lei Federal de 2022 substitui a terminologia “idoso” por “pessoa idosa” em todos os serviços e documentos públicos.

Matéria originalmente publicada no site do HC da Unicamp.

twitter_icofacebook_ico

Comunidade Interna

Uallace Moreira Lima reafirmou o compromisso do atual governo em apoiar ações e projetos responsáveis por contribuir para o crescimento econômico e sustentável do país

A publicação apresenta um panorama das pesquisas desenvolvidas por estudantes e pesquisadores indígenas nas diferentes regiões do país, em todas as áreas do conhecimento

O grupo é composto por 65 intercambistas de graduação, que farão disciplinas isoladas em diferentes cursos, e 70 alunos regulares de pós-graduação

Atualidades

O encontro reuniu estudiosos do Brasil e do mundo para discutir a forma como as duas áreas devem se preparar a fim de enfrentar os grandes desafios contemporâneos no campo da saúde mental

O projeto “Reator sustentável: constituído por eletrodos de óxidos metálicos e células solares, para aplicações na descontaminação de água ou conversão de CO2 utilizando energia solar” é desenvolvido no âmbito do Centro de Inovação em Novas Energias 

Professor do Instituto de Geociências e autor do livro “Africano: uma introdução ao continente”, Kauê Lopes dos Santos comenta aproximação com países como Egito e Etiópia

Cultura & Sociedade

Escritor e articulista, o sociólogo foi presidente da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Ciências Sociais no biênio 2003-2004

O evento acontecerá entre os dias 29 de fevereiro e 10 de março; a obra ESTAFA ou sobre os sonhos não dormidos foi selecionada na categoria de peças internacionais