Docente é contemplado com bolsa de pesquisa para o desenvolvimento de software que analisa dados de atletas lesionados

Edição de imagem

O docente do Departamento de Ortopedia, Reumatologia e Traumatologia da Faculdade de Ciências Medicas (FCM) da Unicamp Sérgio Piedade foi contemplado no ISAKOS Research Grant Winners, edição 2021-2023, com o projeto “Software de quatro domínios de resultados relatados pelo paciente”. O professor receberá uma bolsa de US$ 15 mil pela Sociedade Internacional de Artroscopia, Cirurgia do Joelho e Medicina Esportiva Ortopédica (ISAKOS, na sigla em inglês).

Acesso o conteúdo do projeto.

A bolsa está incluída na categoria “países com recursos limitados”, de acordo com a divisão definida pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Nessa categoria, o subsídio é concedido a cada dois anos a dois projetos com mérito científico. Segundo a Isakos, o objetivo do programa é fornecer a seus membros recursos para financiar pesquisas internacionais da mais alta qualidade em artroscopia, cirurgia de joelho e medicina esportiva ortopédica. O projeto tem prazo de 18 meses para ser executado.

“Gostaria de agradecer à Isakos pelo apoio financeiro ao nosso projeto de pesquisa de software 4-Domain Sports PROM”, disse Piedade, que já foi presidente do Comitê de Medicina Esportiva da entidade. A sigla PROM vem do inglês (“Patient reported outcome measures”, ou medidas de resultados relatados pelo paciente, em português) e se trata de um questionário personalizado sobre medicina esportiva ortopédica, no qual o paciente relata o tratamento recebido.

O professor Sérgio Piedade receberá uma bolsa de US$ 15 mil mensais pela Sociedade Internacional de Artroscopia, Cirurgia do Joelho e Medicina Esportiva Ortopédica
O professor Sérgio Piedade receberá uma bolsa de US$ 15 mil pela Sociedade Internacional de Artroscopia, Cirurgia do Joelho e Medicina Esportiva Ortopédica

“Começamos em 2017 com uma revisão sistemática na medicina esportiva, verificando se existia questionário universal desenhado para essa área. Na primeira etapa, verificamos que havia um hiato, a falta de um questionário PROM para avaliar resultados pós-operatórios e as demandas físicas e psicológicas de atletas de alta performance e indivíduos que praticam esportes regularmente. Na segunda etapa, desenvolvemos um questionário específico para isso, o primeiro do gênero na literatura, que foi validado e publicado em inglês. Na terceira etapa, será desenvolvido um software para aplicação clínica, fazendo a avaliação levando em conta os quatro pilares estabelecidos no questionário, em diferentes idiomas.”

Segundo Piedade, os objetivos do software são: melhorar a aplicabilidade clínica do questionário PROM, criando uma ferramenta reprodutível para avaliar com precisão atletas e praticantes de esportes de alto rendimento que receberam tratamento devido a uma lesão esportiva; otimizar a coleta de dados com relação à percepção registrada de lesão, expectativas de tratamento, avaliação de cuidados pós-operatórios, tratamento recebido e resultados comparados com a demanda física; agrupar e analisar os atletas de acordo com a modalidade esportiva, local anatômico da lesão e tipo de procedimento cirúrgico para traçar gráficos, comparar e analisar resultados por meio de celulares, computadores e tablets e, em última análise, levar a avanços no tratamento.

4-Domain Sports PROM

O questionário é constituído de quatro pilares: 1) atleta sem lesão; 2) atleta lesionado; 3) o que se espera do tratamento; e 4) o que se avalia do tratamento. Cada pilar tem duas questões, que são respondidas com uma nota de 0 (péssimo) a 10 (excelente). Além disso, o questionário apresenta três questões adicionais sobre o padrão de atividade relatado pelo atleta – nível de competição, motivação trazida pela prática e demanda física. “O questionário é universal no sentido de que não fica restrito a uma articulação do corpo ou a uma modalidade esportiva, como ocorre em outros modelos”, disse Piedade.

O 4-Domain Sports PROM também foi traduzido e adaptado para o português na tese de mestrado profissional de André Toledo, orientado pelo professor Piedade, no programa de Pós-Graduação em Ciência Aplicada à Qualificação Médica da FCM. O questionário está sendo validado, ainda, em chinês, francês, italiano e espanhol.

Medicina do Exercício e do Esporte

Paralelamente ao desenvolvimento do questionário, a linha de pesquisa de Medicina do Exercício e do Esporte da FCM produziu quatro publicações relacionadas ao assunto no período:

Presently PROMSs are not tailored for athletes and high-performance sports practitioners: A systematic review (2019),

PROMS in Sports Medicine (2019),

Validation and implementation of 4-domain Patient-Reported Outcome Measures (PROMs) tailored for Orthopedic Sports Medicine (2020)

Patient-Reported Outcomes Tailored to Sports Medicine (2021). 

Matéria originalmente publicada no site da Faculdade de Ciências Médicas (FCM).

Imagem de capa
Sérgio Piedade no 12º Congresso Bienal Isakos, no México (2019) (Foto: Divulgação)

twitter_icofacebook_ico

Comunidade Interna

O objetivo da reunião foi apresentar a experiência da Unicamp na aquisição de energia elétrica no Ambiente de Contratação Livre 

Modalidade oferecida pela Unicamp para financiamento de projetos de ensino, pesquisa e extensão completa 20 anos

Atualidades

Evento começou esta semana no Instituto de Computação e conta com aulas teóricas, simulados e palestras com patrocinadores

José Ricardo Teixeira Junior (IB) e Geovane Augusto Gaia Vieira (IG) vão para as universidades norte-americanas de Yale e UCLA, respectivamente

Artigo destaca a relevância das pesquisas acadêmicas sobre direitos humanos

Cultura & Sociedade

Instituto reúne grupos de pesquisa de 24 instituições e deve fortalecer os estudos de gênero no país; a coordenação é das docentes Viviane Resende, da Universidade de Brasília e Karla Bessa, do Núcleo de Estudos de Gênero (Pagu) da Unicamp

Atividade será uma das primeiras iniciativas a partir de parceria com a Secretaria Municipal de Esportes e Lazer de Campinas