Restaurantes universitários terão nova gestão a partir de setembro

Os restaurantes universitários da Unicamp receberão uma nova gestão a partir de setembro. A Soluções Serviços Terceirizados Ltda ganhou a licitação para o fornecimento de cerca de 18 mil refeições diárias nos campi de Campinas, Limeira e Piracicaba, além dos colégios técnicos. A empresa assumirá o serviço a partir do dia 5 do mês que vem.

A mudança de prestador de serviço foi realizada para atender ao Tribunal de Contas do Estado (TCE). No exercício de 2015, o órgão encontrou irregularidades no contrato celebrado entre Unicamp e a Funcamp para prestação de serviço de produção e distribuição de alimentos. Em seguida, na auditoria das contas de 2018, o TCE recomendou a abertura de licitação para a prestação do serviço.

No ano seguinte, a Unicamp instituiu o Grupo de Trabalho dos Restaurantes para estudar as condições de um processo de contratação do serviço. O grupo também buscou um modelo de contrato que possibilitasse otimizar os processos administrativos.

Com base nos estudos produzidos, a Reitoria adotou um modelo de contratação unificado, pelo qual a empresa vencedora da licitação fica responsável pelo fornecimento, pela produção e pela distribuição de alimentos. A Universidade decidiu, ainda, criar um comitê para acompanhar a transição e elaborar um Plano de Contingência para o processo.

A empresa informou ter planos para aproveitamento da mão de obra e admitiu a possibilidade de contratar funcionários do antigo prestador de serviço.

Empresa fornecerá cerca de 18 mil refeições diárias nos campi de Campinas, Limeira e Piracicaba, além dos colégios técnicos
Empresa fornecerá cerca de 18 mil refeições diárias nos campi de Campinas, Limeira e Piracicaba, além dos colégios técnicos

Manutenção da qualidade

O reitor Antonio José de Almeida Meirelles enfatizou a necessidade de acompanhamento do processo para garantir a manutenção da qualidade do serviço para nossa comunidade. “A recomendação do TCE nos direciona a este caminho, e a melhor forma de enfrentarmos a questão é fortalecer nossa estrutura de fiscalização do contrato estabelecido”, afirmou.

De acordo com o diretor executivo de Administração (DEA) da Unicamp, Zigomar Menezes de Souza, a Universidade está tomando todas as providências necessárias para acompanhar e fiscalizar a execução do contrato. O objetivo, segundo ele, é manter a qualidade da refeição servida nos campi.

Os alimentos serão preparados nas estruturas já existentes na Unicamp. “A refeição será produzida dentro dos nossos restaurantes. Todo alimento será monitorado por nós”, assegurou o diretor.

Estrutura dos restaurantes no campus de Barão

Os três restaurantes universitários do campus de Barão Geraldo, em Campinas, atendem, em média, 12 mil alunos por dia – entre pagantes e bolsistas –, considerando café da manhã, almoço e jantar.

Os equipamentos fecharam o mês de junho deste ano com um total de 198.605 almoços e 100.223 jantares servidos, segundo informa a Prefeitura do Campus. Foram servidos, ainda, 15.199 cafés da manhã. 

Por conta da pandemia do coronavírus, o uso de máscara ainda é exigido nos restaurantes universitários. Como medida de prevenção, as mesas de alimentação continuam com divisórias de plástico, cujo objetivo é isolar os frequentadores.