Cônsul italiano é recebido pelo reitor da Unicamp

Na última segunda-feira (27), o reitor da Unicamp, Antonio Meirelles, recebeu Domenico Fornara, cônsul-geral da Itália em São Paulo, Lívia Satullo, consulesa adjunta, e Mônica Faggionato, diretora. Eles discutiram a ampliação do intercâmbio entre organismos italianos e a Universidade. 

Fornara informou que o governo italiano tem interesse na inclusão do idioma italiano na rede de ensino público do Brasil e já iniciou a aproximação com prefeituras da região. Para ele, a Unicamp poderia contribuir nesse processo. “A Unicamp é um centro de excelência no país, e isso desperta nosso interesse”.

##
O cônsul Domenico Fornara informou que o governo italiano tem interesse na inclusão do idioma italiano na rede de ensino público do Brasil

Segundo o reitor, a Universidade pode levar a proposta ao Conselho de Desenvolvimento da Região Metropolitana de Campinas, que abrange 20 municípios.

O ensino do idioma italiano é apenas uma frente de trabalho considerada pelo consulado. “Queremos estreitar relações para o setor de inovação, além de renovar colaborações já existentes e ampliar o intercâmbio de estudantes”, acrescentou Fornara.

O diretor executivo de Relações Internacionais da Unicamp, Osvaldir Taranto, informou que a Universidade tem vínculos com 13 instituições de ensino italianas, como as Universidades de Bolonha, Milão e Torino.

Entre 2011 a 2022, nos programas de mobilidade com instituições italianas, 124 estudantes da Unicamp foram para o exterior e 209 estudantes italianos foram acolhidos.  Quanto aos docentes, nos últimos 11 anos, 835 foram à Itália para diversas atividades acadêmicas. Segundo Alfredo Barbosa, assessor de Relações Internacionais, a Unicamp tem interesse em receber professores da Itália.