1,4 mil estudantes fizeram a prova do Vestibular Indígena

Edição de imagem

A Comissão Permanente para os Vestibulares da Unicamp (Comvest) aplicou no último domingo (27/3) a prova da primeira edição do Vestibular Indígena unificado Unicamp-UFSCar. No total, 1.441 estudantes realizaram o exame, em seis cidades do país: Campinas (SP), Dourados (MS), Recife (PE), Manaus (AM), São Gabriel da Cachoeira (AM) e Tabatinga (AM). A Comvest registrou queda nos índices de abstenção em relação à edição anterior - de 57,6% para 48,6%. Dos 2.805 inscritos, 1.364 não compareceram para realizar a prova. Nas cidades com maior número de inscritos, São Gabriel da Cachoeira e Tabatinga, o índice de ausentes foi um pouco menor do que a abstenção geral: 40,2% e 44,6% respectivamente. A tabela com os índices por cidade está disponível na página da Comvest: www.comvest.unicamp.br.

##
Nas cidades com maior número de inscritos, São Gabriel da Cachoeira e Tabatinga, o índice de ausentes foi um pouco menor do que a abstenção geral: 40,2% e 44,6% respectivamente

Para o diretor da Comvest, José Alves de Freitas Neto, é preciso considerar a abstenção dentro da particularidade das inscrições e das grandes distâncias percorridas pelos candidatos indígenas até os locais de provas. “A diminuição da abstenção, na edição 2022, está relacionada ao vestibular unificado Unicamp-UFSCar, e à prova única. Outro aspecto é a oferta de vagas em todos os cursos da Unicamp, pela primeira vez”, afirmou.

A prova está disponível na página da Comvest. O gabarito será divulgado no decorrer desta semana. O exame foi composto de uma Redação e de 50 questões de múltipla escolha, distribuídas da seguinte maneira: Linguagens e códigos (14 questões); Ciências da Natureza (12 questões); Matemática (12 questões); Ciências Humanas (12 questões).

A prova está disponível na página da Comvest. O gabarito será divulgado no decorrer desta semana
A prova está disponível na página da Comvest. O gabarito será divulgado no decorrer desta semana

Vestibular Unificado

De acordo com José Alves, o vestibular unificado beneficia os estudantes, dado o menor desgaste em realizar uma única prova, e o menor deslocamento. Quanto aos desafios dessa edição, destacou: “O maior número de candidatos indica que ações afirmativas para os povos indígenas são fundamentais. Vivemos um momento de ataques às suas terras e culturas. Tê-los em maior número nas universidades é uma forma de aprender com eles e de dar mais visibilidade a demandas que são de toda humanidade”, argumentou José Alves.

Divulgação dos aprovados

A Comvest irá divulgar a primeira chamada de convocados para matrícula no dia 18 de abril, em sua página eletrônica. A matrícula deverá ser realizada de forma online, na página da Combest, das 9 horas do dia 19 de abril até as 17 horas do dia 26 de abril. A segunda chamada será divulgada no dia 2 de maio. Estão previstas até cinco chamadas. 

##
Vestibular unificado beneficia os estudantes, dado o menor desgaste em realizar uma única prova, e o menor deslocamento

Na UFSCar, essa é a 15ª edição da modalidade de ingresso para estudantes indígenas. Na Unicamp, a quarta. A Unicamp oferece 130 vagas, distribuídas em todos os cursos; a UFSCar até duas vagas, em 65 diferentes opções de cursos. Na última edição, oferecida de forma separada, as universidades somaram 2.409 inscrições, 1.697 na Unicamp e 712 na UFSCar.

Imagem de capa
Primeira edição em parceria com a UFSCar foi realizada em seis cidades do país. A lista de aprovados em primeira chamada será divulgada no dia 18 de abril

twitter_icofacebook_ico

Comunidade Interna

Ampliação dos intercâmbios e colaborações em atividades de pesquisa foram possibilidades levantadas

Critérios de utilização e ampliação dos horários aumentam possibilidades de uso do Ginásio Multidisciplinar da Unicamp

Atualidades

Evento vai destacar a arte produzida no asfalto, nos semáforos e nas calçadas das cidades brasileiras

Houve crescimento do percentual de mulheres inscritas, que chegou a 40,6% do total de candidatos

Interessados poderão se inscrever até dia 12 de fevereiro

Cultura & Sociedade

Programa recebeu 91 estudantes de ensino médio de 30 escolas públicas durante 25 dias de atividades

Projeto ‘OSU para todos’ abre a temporada 2023; programação inclui também apresentações em instituições para crianças com deficiência e lar para idosos