Unicamp em defesa da ciência e da vida

A Universidade Estadual de Campinas vem a público repudiar a Nota Técnica nº 2/2022 da Secretaria de Ciência, Tecnologia, Inovação e Insumos Estratégicos em Saúde, do Ministério da Saúde (MS). Contrariando as Diretrizes Brasileiras para Tratamento Medicamentoso Ambulatorial do Paciente com Covid-19, aprovadas em dezembro último pela Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no Sistema Único de Saúde (CONITEC), esse documento intensifica o retrocesso no combate à Covid-19 no Brasil, reforçando o negacionismo anticiência do governo federal.

A Nota da Secretaria do MS, além de desautorizar o trabalho técnico-científico da CONITEC,  preconiza erronameante o uso da hidroxicloroquina e declara não ser a vacina um método eficaz para a prevenção da Covid-19 e para a atenuação de suas formas graves. Divulgada justamente no momento da explosão de casos da variante Ômicron e do início da vacinação das crianças, essa nota constitui-se em mais um prejuízo para a compreensão da realidade sanitária do país.

A Unicamp vem novamente posicionar-se em defesa da ciência e da vida e contra todas as formas de manipulação política do sofrimento humano neste trágico momento da história brasileira.

Reitoria da Unicamp
Campinas, 25 de janeiro de 2022

Imagem de capa

A Unicamp vem novamente posicionar-se em defesa da ciência e da vida e contra todas as formas de manipulação política
A Unicamp vem novamente posicionar-se em defesa da ciência e da vida e contra todas as formas de manipulação política