Núcleo de Consciência Negra da Unicamp discute pluralidade de culturas afro-brasileiras

Entre os dias 18 e 30 de outubro, o Núcleo de Consciência Negra da Unicamp promove a sétima edição do "Quem Tem Cor(Age)". Realizado com o apoio da Diretoria Executiva de Direitos Humanos (DeDH), da Comissão Assessora de Diversidade Étnico-Racial (Cader) e do Ministério Público do Trabalho (MPT), o evento reúne estudantes, pesquisadores, artistas e integrantes do movimento negro em discussões sobre a diversidade da cultura afro-brasileira e suas formas de resistência. As atividades serão realizadas de forma online, com transmissão pelo canal da DeDH no YouTube. As inscrições podem ser feitas pelo formulário disponível em https://bityli.com/quemtemcorage

"O 'Quem Tem Cor(Age)' tem como missão fomentar discussões pretas, trazê-las à tona. Por isso, ele envolve acadêmicos, moradores das periferias, pessoas dos centros urbanos e do campo. Discutimos o que as populações negras de diferentes espaços estão produzindo, desde pesquisas até formas de sobrevivência", explica Gustavo Lima, estudante de Ciências Sociais e integrante da organização do evento. Neste ano, o tema do encontro é "Culturas Afro-brasileiras e formas de resistência". A programação conta com mesas de discussão, rodas de conversa e oficinas culturais e artísticas. 

Segundo o Núcleo de Consciência Negra, houve o cuidado para que o conjunto dos convidados refletisse a pluralidade da população e da cultura negra do país. Por isso, são pessoas vindas de diversas regiões. No dia 30 de outubro haverá uma festa de encerramento, celebrando as trocas de conhecimento realizadas. "Seria fundamental terminarmos o evento mostrando nosso potencial de nos divertirmos", comenta Victor Morgado Santos, estudante de Letras. "Muitas vezes o corpo negro é construído no imaginário das pessoas como um corpo do trabalho, não da diversão. Mas não é isso, somos também corpos para serem festejados". 

Realizado desde 2012, o "Quem Tem Cor(Age)" teve origem nas mobilizações organizadas pela comunidade acadêmica negra da Unicamp, a partir da constatação de que era preciso haver um espaço para que estudantes negros pudessem debater suas demandas. Esta será a primeira vez em que ele será organizado na modalidade virtual. "No início do ano realizamos a Calourada Negra, nossa primeira experiência de realização de um evento online. Recebemos um feedback muito positivo dos novos alunos, por isso decidimos trazer o 'Quem Tem Cor(Age)' também para o espaço virtual", explica Lívia Nara Mendes, aluna do curso de Dança e integrante da organização. 

Confira a programação:

18/10 - 17h30 às 19h30 - Mesa de abertura “Tecnologias Sociais, Cultura Periférica e Linguagem”
20/10 - 17h30 às 19h30 - Mesa: “Legado das Religiões de Matriz Africana e da Cultura de Terreiro”
22/10 - 17h30 às 19h30 - Mesa “Ressignificando a Tradição - As Inovações da Negritude no Campo das Artes Visuais”
23/10 - 10h às 12h - Oficina de Capoeira “Ginga e corpos resistentes”
25/10 - 17h30 às 19h30 - Oficina de dança: “Cultura Artística e Comemorações Festivas”
27/10 - 17h30 às 19h30 - Roda de conversa: “Condições do Corpo Negro na Universidade”
29/10 - 17h30 às 19h30 - Mesa: “Saúde, Alimentação e Bem-estar Mental”
30/10 - 19h às 21h - Festa de Encerramento

Serviço

VII "Quem Tem Cor(Age)"
18 a 30 de outubro
Inscrições em https://bityli.com/quemtemcorage 
Transmissões pelo canal da DeDH no YouTube: https://www.youtube.com/c/DireitosHumanosUnicamp 

imagem mostra banner de divulgação do evento
imagem mostra banner de divulgação do evento
imagem mostra banner de divulgação do evento
imagem mostra banner de divulgação do evento
imagem mostra banner de divulgação do evento
imagem mostra banner de divulgação do evento
imagem mostra banner de divulgação do evento
imagem mostra banner de divulgação do evento
imagem mostra banner de divulgação do evento
imagem mostra banner de divulgação do evento

Imagem de capa

imagem mostra banner de divulgação do evento
"Quem Tem Cor(Age)" reúne pesquisadores, ativistas e artistas de diversas regiões. Evento vai até 30 de outubro