Unicamp e Unesp ampliam diálogo estratégico para criação de parcerias

Hoje já poderemos encaminhar medidas efetivas para estreitar laços e com isso ampliar nossas atividades em conjunto
Durante a reunião de trabalho foi possível encaminhar medidas efetivas para estreitar os laços

As reitorias da Unicamp e da Unesp estiveram reunidas para discutir o avanço da cooperação estratégica entre as duas instituições nos camposeducativos, culturais, esportivos, administrativos, entre outros. O encontro, realizado no auditório da Diretoria Geral de Administração (DGA) nessa quarta-feira (22/9), contou com a presença do reitor da Unicamp, Antonio José de Almeida Meirelles, da coordenadora-geral da Universidade, Maria Luiza Moretti, do reitor Unesp, Pasqual Barretti, e da vice-reitora, Maysa Furlan. As autoridades receberam o apoio técnico de seus pró-reitores de Graduação, Pós-graduação, Pesquisa, Extensão, Planejamento Estratégico e Desenvolvimento Universitário, além das respectivas chefias de gabinetes e diretorias executivas.

Na abertura do encontro, o reitor da Unicamp agradeceu aos representantes da Unesp e destacou a continuidade do diálogo entre as instituições na formulação de uma cooperação estratégica. O primeiro encontro aconteceu em junho desse ano no prédio da reitoria da Unesp, na capital paulista. “Muitas foram as reuniões e trocas de informações entre nossas pró-reitorias, desde aquele primeiro encontro. Hoje já poderemos encaminhar medidas efetivas para estreitar laços e com isso ampliar nossas atividades em conjunto”, disse Meirelles.

Reitor Antonio José Meirelles: troca de informações entre as pró-reitorias desde o primeiro encontro
Reitor Antonio José Meirelles: incentivo à troca de informações entre as pró-reitorias desde o primeiro encontro

O reitor da Unesp, que tem 24 campi no Estado, ressaltou o potencial da Unicamp no interior paulista. Para ele há um “grande desafio” imposto para as universidades em conseguir o crescimento com inflação que compromete o orçamento. “O desafio está posto, com esse diálogo, parceira e troca de experiências, vamos superar as dificuldades e melhorar nosso nível e qualidade na entrega de ensino, pesquisa e extensão para a nossa comunidade”, explicou.

A professora Maria Luiza, da Unicamp, apontou que os encontros “sedimentam realizações científicas e de amizade” entre as instituições, possibilitando soluções para “problemas semelhantes”. “Todas dessas duas instituições gostam da ciência e querem o progresso da educação. Vamos melhorar nossas universidades para contribuirmos ainda mais com nossa sociedade”.

A vice-reitora da Unesp, Maysa Furlan, observou que a pandemia da Covid-19 “deverá deixar sequelas em todos os aspectos”; daí a importância do empenho, por parte das universidades, em fazer o seu melhor no processo de retorno às atividades presenciais, contribuindo com o avanço da educação e da pesquisa.

Reitor Unesp, Pasqual Barretti: encontro entre a direção da Fapesp e reitores para debater programa de bolsas  
Reitor Unesp, Pasqual Barretti: encontro entre a direção da Fapesp e reitores para debater programa de bolsas

Pró-reitorias

O encontro foi organizado de forma que as pró-reitorias correlataspudessem apresentar suas propostas individuais e aquelas formuladas nas reuniões entre os setores. Uma das ideias amplamente debatida foi a possibilidade de os alunos das duas instituições frequentarem disciplinas conjuntas entre as universidades.

Os representantes trataram, também, da necessidade de coletar, em outras instituições, experiências exitosas de curricularização dos programas de ensino, além de elaborar ações que identifiquem e corrijam problemas de aprendizado dos alunos em decorrência da pandemia.

Sobre a internacionalização dos programas das duas instituições, debateram-se estratégias para ampliar a oferta dedisciplinas e torná-las mais atrativas internacionalmente. A cooperação cobrirá tambémo trabalho das pró-reitorias de Extensão. Os pró-reitores da área discutirama organização de eventos em conjunto em 2022, quando serão comemorados os 200 anos da Declaração da Independência do Brasile os 100 anos da Semana de Arte Moderna.

O encontro serviu também para discutir as formas de avaliação aplicadas nas universidades, os planos para ampliação dos quadros de servidores, a modernização das unidades, com adaptações relacionadas a acessibilidade e controle de incêndio, a modernização dos parques tecnológicos e os planos de carreira. Na área da Comunicação, os setores das duas instituições pretendem elaborar ações conjuntas, além da formulação de políticas de comunicação que possam ser um legado para a comunidade.

Agendas

Segundo os reitores da Unicamp e da Unesp, as reuniões entre as pró-reitorias continuarão e novos encontros de avaliação serão organizados. Eles se comprometeram também a agendar uma reunião com a direção da Fapesp, junto com representantes da USP, para debater programas de bolsas.

No encerramento, Antonio Meirelles declarou que “estabelecer um novo patamar na relação entre as duas instituições será um grande avanço no campo do conhecimento no Estado de São Paulo”.

Pró-reitor de Graduação, Ivan Toro. O encontro foi organizado de forma que as pró-reitorias pudessem apresentar suas propostas individuais e as formuladas em reuniões entre os setores
Pró-reitor de Graduação, Ivan Toro. O encontro foi organizado de forma que as pró-reitorias pudessem apresentar suas propostas individuais e as formuladas em reuniões entre os setores
O encontro foi organizado de forma que as pró-reitorias pudessem apresentar suas propostas individuais e as formuladas em reuniões entre os setores
O encontro foi organizado de forma que as pró-reitorias pudessem apresentar suas propostas individuais e as formuladas em reuniões entre os setores
Pró-reitor de Extensão e Cultura, Fernando Coelho. O encontro foi organizado de forma que as pró-reitorias pudessem apresentar suas propostas individuais e as formuladas em reuniões entre os setores
Pró-reitor de Extensão e Cultura, Fernando Coelho. O encontro foi organizado de forma que as pró-reitorias pudessem apresentar suas propostas individuais e as formuladas em reuniões entre os setores
O encontro foi organizado de forma que as pró-reitorias pudessem apresentar suas propostas individuais e as formuladas em reuniões entre os setores
O encontro foi organizado de forma que as pró-reitorias pudessem apresentar suas propostas individuais e as formuladas em reuniões entre os setores
O encontro foi organizado de forma que as pró-reitorias pudessem apresentar suas propostas individuais e as formuladas em reuniões entre os setores
O encontro foi organizado de forma que as pró-reitorias pudessem apresentar suas propostas individuais e as formuladas em reuniões entre os setores
O encontro foi organizado de forma que as pró-reitorias pudessem apresentar suas propostas individuais e as formuladas em reuniões entre os setores
O encontro foi organizado de forma que as pró-reitorias pudessem apresentar suas propostas individuais e as formuladas em reuniões entre os setores

Imagem de capa

O encontro foi organizado de forma que as pró-reitorias pudessem apresentar suas propostas individuais e as formuladas em reuniões entre os setores
O encontro foi organizado de forma que as pró-reitorias pudessem apresentar suas propostas individuais e as formuladas em reuniões entre os setores