Frente de Ações Sociais da Força-Tarefa volta a fazer testagem nos profissionais de saúde da capital

A Frente de Ações Sociais da Força-Tarefa contra a covid-19 da Unicamp, em parceria com o Sindicato dos Enfermeiros do Estado de São Paulo (SEESP), realizou 130 testes em trabalhadores da saúde na Vila Mariana, em São Paulo. A testagem aconteceu na quarta-feira (8), na sede do SEESP. Em 60 exames realizados pela técnica RT-PCR, foram identificados 2 casos positivos e, nos 70 testes rápidos para pesquisa de IgG / IgM, 35 exames resultaram positivo para IgG. 

Além do espaço físico para a realização da campanha, o Sindicato também cedeu profissionais para ajudar na testagem. “Para além da importância sanitária, sair dos muros da universidade, em tempos sombrios, onde a universidade pública é atacada, esse tipo de ação mostra a importância da universidade pública para a sociedade. É importante que as ações da Força-Tarefa sejam conhecidas e reconhecidas", avalia o voluntário e assessor da Diretoria Executiva da Área da Saúde (DEAS), Adilton Dorival Leite.

Ele lembra que o impacto da covid-19 tende a ser maior em determinados grupos, seja pela característica do trabalho, como por exemplo, os trabalhadores do setor da saúde. "Em lugares em que há maiores índices de vulnerabilidade social, seja por infraestrutura do domicílio, saneamento básico, acesso a serviços públicos, também é possível observar o impacto", analisa. Neste sentido, por meio de parcerias, a Frente de Ações Socias tem realizado diversas ações de testagem para diagnóstico dos portadores do vírus para monitoramento dos infectados e orientação para a promoção da saúde.  

Imagem de capa

Em parceria com o Sindicato dos Enfermeiros do Estado de São Paulo foram realizados 130 testes na Vila Mariana
Em parceria com o Sindicato dos Enfermeiros do Estado de São Paulo foram realizados 130 testes na Vila Mariana