Público poderá visitar o prédio do Cotuca durante a mostra Campinas Decor

O prédio do Colégio Técnico de Campinas (Cotuca) da Unicamp, localizado na rua Culto a Ciência,177, está totalmente recuperado e modernizado. Desde o telhado, cujas avarias motivaram alunos e professores a se mudarem para outro local, até à infraestrutura elétrica e hidráulica, todo o prédio passou por uma ampla reforma. Graças a uma parceria com a Campinas Decor, os mais de dois mil alunos do Colégio poderão retornar, já no início de 2022, para um imóvel seguro. “O presente não é apenas para a Unicamp, mas para a população de Campinas que receberá restaurado um prédio histórico e importante patrimônio para a cidade”, destacou o reitor Antonio José de Almeida Meirelles durante entrevista coletiva concedida na manhã de terça-feira (31).

Reitor Antonio José Meirelles: "O presente não é apenas para a Unicamp, mas para a população de Campinas que receberá restaurado um prédio histórico e importante patrimônio para a cidade"
Reitor Antonio José Meirelles: "O presente não é apenas para a Unicamp, mas para a população de Campinas que receberá restaurado um prédio histórico e importante patrimônio para a cidade"

O reitor destacou, ainda, que a reabertura do Colégio marcará o fim de uma espera de sete anos pela possibilidade da comunidade circular novamente pelas salas e corredores projetados por Ramos de Azevedo. O prédio, cuja área de construção soma 4.500 metros quadrados, foi projetado pelo famoso arquiteto no início do século 20. (Leia mais informações abaixo)

Desde 2014, o Cotuca estava instalado em um prédio alugado no bairro Taquaral. Lá foram instalados provisoriamente laboratórios, biblioteca e salas de aula. “Com o retorno, poderemos renovar todos os laboratórios, pois já estamos fazendo parcerias com empresas”, afirmou a diretora do Cotuca, Vanessa Petrilli Bavaresco, que mal conseguia esconder a emoção ao visitar o prédio. “A solução para os problemas de infraestrutura é um alívio, pois constitui segurança para a comunidade do Colégio, além, é claro, do trabalho de restauro, que ficou impecável”, comentou.

Gratidão

O prédio ganhou novos banheiros e salas, e a questão da acessibilidade recebeu atenção especial com a instalação de um elevador panorâmico, ligando os dois andares do prédio principal, além da construção de diversas rampas de acesso em toda área. “É bonito de ver cada detalhe. O piso ficou maravilhoso e as portas e janelas todas acompanham o tom original da madeira da época. Não há palavras, o sentimento é de imensa gratidão”, observou Vanessa. 

Reitor Antonio José Meirelles e diretora do Cotuca Vanessa Petrilli: retorno ao prédio previsto para 2022
Reitor Antonio José Meirelles e diretora do Cotuca Vanessa Petrilli: retorno ao prédio previsto para 2022

A área total que compreende o Colégio é de 7 mil metros quadrados e, segundo a diretora, a expectativa é levantar recursos para a construção de uma estrutura anexa para ampliar ainda mais o espaço destinado a laboratórios e salas de aula. “O projeto já está devidamente aprovado pelas instâncias superiores da Universidade e estamos com planos para conseguir a verba necessária à construção. Vamos nos esforçar para isso”, afirmou.

Campinas Decor : um exército de profissionais

Num primeiro momento, o prédio abrigará a partir do dia 3 (sexta-feira), a edição histórica da Campinas Decor, que conta com 58 ambientes totalmente decorados por uma equipe de 89 arquitetos, designers de interiores e paisagistas. São vários estilos de decoração, exibindo tendências e o que há de mais moderno em artigos para decoração, revestimentos, mobiliário e automação residencial. O público poderá conferir diversas salas, suítes, apartamentos, lofts, banheiros e terraços, além de jardins e espaços comerciais e de uso dos visitantes. Pelo calendário oficial, a 25ª edição do evento teria sido realizada nos meses de maio e junho de 2020, mas em função da pandemia, havia sido adiada indefinidamente até que o momento fosse considerado seguro para estabelecer um novo período. 

“Esta edição torna-se um grande marco na trajetória da Campinas Decor, o que se reforça ainda mais com todas as adversidades que precisamos superar para finalmente abrirmos as portas ao público. Além de comemorar nossos 25 anos, ela nos traz o prazer e a honra de devolvermos o prédio do Cotuca para o município. Nosso grau de satisfação é imenso”, afirma a diretora do evento, Sueli Cardoso.

Durante as obras de preparação da mostra, foram realizadas melhorias estruturais nas diversas edificações que compõem o complexo do colégio, com a recuperação de telhados, paredes e revestimentos e reconstrução das redes hidráulica e elétrica. No total, estima-se um investimento de R$ 12 milhões na recuperação do prédio e preparação da mostra, cotizados entre a organização, expositores, patrocinadores e fornecedores.

Da esquerda para direita: diretora do Cotuca Vanessa Petrilli, reitor Antonio José Meirelles e diretora do evento Sueli Cardoso: investimento de R$ 12 milhões
Da esquerda para direita: diretora do Cotuca Vanessa Petrilli, reitor Antonio José Meirelles e diretora do evento Sueli Cardoso: investimento de R$ 12 milhões 

Os trabalhos envolveram um verdadeiro exército de profissionais - arquitetos, paisagistas, engenheiros, artistas plásticos, pedreiros, pintores, jardineiros, carpinteiros e entregadores, entre outros. Nos horários de pico, o local chegou a reunir cerca de 500 trabalhadores ao mesmo tempo. Foram gerados cerca de 1.500 empregos diretos durante as obras, além de outros 150 após a abertura da exposição para o público.

Patrimônio histórico

Construído no início do Século 20, o complexo do Edifício “Bento Quirino” foi cedido pela Secretaria de Educação para uso da Unicamp e abrigou o Colégio Técnico de Campinas de 1967 a 2014. Trata-se uma grandiosa construção tombada pelo Patrimônio Histórico, de orientação eclética de tendência neoclássica, projetada pelo engenheiro‑arquiteto Francisco de Paula Ramos de Azevedo (1851‑1928), considerado responsável pela introdução de novos conceitos para a organização da arquitetura escolar à luz dos ideais de ensino republicanos. 

Terceira parceria entre Unicamp e Campinas Decor

É a terceira vez que a parceria entre Unicamp e Campinas Decor é coroada de sucesso. A primeira delas aconteceu em 2008, na Estação Guanabara, da qual a Unicamp é comodatária. O prédio da antiga estação foi totalmente recuperado e passou a abrigar o CIS-Guanabara – Centro Cultural de Inclusão e Integração Social. Em 2018, o evento recuperou as edificações da Fazenda Argentina, adquirida pela universidade para fins de expansão, e que após a reforma passou a ser utilizada pela universidade para a instalação do escritório de sua agência de inovação e de empresas startups.

São 58 ambientes projetados por um time de 89
Campinas Decor 2021: 58 ambientes projetados por uma equipe de 89 arquitetos, designers de interiores e paisagistas. São vários estilos de decoração

A Campinas Decor reforça sua política de recuperação de construções do patrimônio público para devolvê-las à sociedade. A edição do Cotuca será a nona a ser realizada em um prédio de propriedade pública. Além dos prédios citados, a Campinas Decor já recuperou o Casarão do Lago do Café (2003), o Instituto Agronômico de Campinas (nas edições de 2009 e 2010, em locais diferentes), a Estação Cultura (2011), a Casa de Vidro, também no Lago do Café (2016) e em 2019, o prédio famoso por ter abrigado o antigo Colégio Ateneu, pertencente à prefeitura. As obras realizadas propiciaram a realização de inúmeras atividades nesses locais, sempre em benefício da população.

Serviço:

Campinas Decor 2021
Quando: de 3 de setembro a 2 de novembro
Onde: Rua Culto à Ciência, 177
Horários: de terça a sexta-feira, das 14h às 22h; sábados, domingos e feriados, das 12h30 às 22h – bilheteria fecha sempre às 21h
Valor dos ingressos: de terça a sexta-feira, R$ 45,00; sábados, domingos e feriados, R$ 50,00; estudantes e idosos pagam meia-entrada; crianças de até 12 anos não pagam.

Serviços disponíveis: restaurante, café, bar e estacionamento com manobrista (R$ 30,00)
Telefone para informações: (19) 3255-7744 ou pelo site www.campinasdecor.com.br

Leia mais: 

Campinas Decor abre mostra e anuncia recuperação do Cotuca

Campinas Decor entrega obras de infraestrutura do prédio do Cotuca para a Unicamp

Campinas Decor e Cotuca anunciam realização de edição histórica da mostra de setembro a novembro de 2021

Imagem de capa

Público poderá visitar o prédio do Cotuca durante a mostra Campinas Decor
Público poderá visitar o prédio do Cotuca durante a mostra Campinas Decor