Geriatria brasileira perde a médica e freira Maria Elena Guariento

Maria Elena Guariento
Maria Elena Guariento também era freira vinculada à Congregação das Irmãs de Nossa Senhora do Calvário

Faleceu em Campinas, na última terça-feira (3), a professora Maria Elena Guariento, livre-docente do Departamento de Clínica Médica (DCM)  da Faculdade de Ciências Médicas (FCM) da Unicamp. O velório foi realizado na manhã de quarta-feira (4), no Colégio Madre Cecilia e o sepultamento ocorreu às 13 horas, no Cemitério da Saudade.

Aluna da 11ª de Medicina da FCM, graduada em 1978, Maria Elena Guariento também fez Residência, Mestrado e Doutorado em Clínica Médica pela Unicamp. Realizou seu pós-doutorado em Saúde da Família, em Rizal, nas Filipinas. Por muitos anos, ocupou o cargo de coordenadora da Comissão de Títulos de Especialista da Sociedade Brasileira de Clínica Médica (SBCM).

Na FCM, foi coordenadora do Grupo de Estudos em Doença de Chagas (GEDoCh), criado em 1976, e do Grupo de Estudos e Pesquisa do Ambulatório de Geriatria (GEPAG), criado em 2004. Docente do curso de graduação em Medicina nas áreas de Medicina Interna, Semiologia e Geriatria, foi coordenadora do Programa de Pós-graduação em Gerontologia de 2008 a 2012. Também coordenou o Programa de Residência Médica em Geriatria, criado em 2011, e a Disciplina de Geriatria do DCM, criada em 2012.

Orientou uma diversidade de alunos de iniciação científica, mestrado e doutorado e publicou grande quantidade de artigos científicos, livros e capítulos de livros que versam sobre envelhecimento, qualidade de vida e fragilidade do idoso. Organizou cursos, simpósios e congressos científicos nas áreas de Clínica Médica e Geriatria.

“Essa pequena homenagem é muito mais do que uma placa de metal. É, sim, o reconhecimento de um mito positivo na Medicina de hoje. Que essa memória seja cultivada pelos mais jovens a fim de continuar valorizando o que há de bom na Medicina”, disse em 2016, o então presidente da Sociedade Brasileira de Clínica Médica (SBCM), Antonio Carlos Lopes, na ocasião de entrega de placa de homenagem para a médica e freira Maria Elena Guariento, pelos relevantes serviços prestados à entidade.

Maria Elena Guariento também era freira vinculada à Congregação das Irmãs de Nossa Senhora do Calvário. Foi supervisora da Santa Casa de Itapira por muitos anos, tendo se dedicado ao cuidado dos enfermos atendidos na instituição. Na mesma cidade, também prestou assistência às crianças e famílias em situação de vulnerabilidade atendidas no Lar São José. Através da congregação religiosa em que atuava, pautou seu trabalho no carisma de cuidar das pessoas privadas do amor materno.

Matéria original publicada no site da FCM da Unicamp. 

Leia matéria publicada no Jornal da Unicamp : 

Unicamp está à frente de pesquisa nacional sobre fragilidade do idoso