Nota de Falecimento do servidor José Divino Barbosa (Lume Teatro)

Faleceu nesta segunda-feira (26), aos 68 anos de idade, o servidor José Divino Barbosa. Segundo o texto enviado pela equipe do Núcleo Interdisciplinar de Pesquisas Teatrais (Lume), Barbosa como era conhecido chegou àquele órgão em 1994, pouco antes da partida de Luís Otávio Burnier. 

Leia texto escrito pela equipe do Lume: 

Perdemos um pedaço de nós...

Para quem alguma vez chegou a visitar a Sede do Lume, deve ter encontrado e sido recebido pelo Barbosa. Ele era a porta de entrada para todos se sentirem em casa no Lume.
Ele fez do Lume a sua casa e juntos vivemos e sonhamos um viver partilhado. Estava conosco desde 1994, chegou um pouco antes da partida do Luís Otávio Burnier e se tornou o nosso guardião, nos amparando com seus braços generosos. Foi funcionário da Unicamp por toda uma vida, dedicado à sua função de assuntos administrativos. Mas fez muito mais! Cuidava das plantas do nosso jardim, cozinhava em nossos retiros de clown, zelava pela casa sede, já foi nosso técnico de som e até representou o "Barão Geraldo" em nossas performances de rua, vestido com manto e coroa.
Hoje o coração generoso do Barbosa parou, talvez por ter dado tanto dele aos outros. Hoje nossa família se encolheu... Se veste de lágrimas para sua partida.
Em suas próprias palavras, em nosso livro LUME 25 Anos:

"A mudança que tive em minha vida foi de fato radical. Nos meus 42 anos de vida eu poderia contar em minhas mãos quantas vezes tinha assistido a peças de teatro. Com minha chegada por aqui, esse número já foi superado em dezenas de vezes. O que encontrei no Lume, não foi apenas um teto para minha proteção e a possibilidade de crescimento profissional, mas encontrei uma família que me acolheu de braços abertos!"
José Divino Barbosa, 2010

Adeus Barbosa! E MUITO OBRIGADO por tudo!

Equipe LUME