Apesar de dificuldade financeira, intercâmbio está no foco dos estudantes de Medicina

Uma pesquisa interna realizada na Faculdade de Ciências Médicas (FCM) da Unicamp mostrou que a ampla maioria dos estudantes do curso de graduação em Medicina (97,9%) tem interesse em participar de um intercâmbio. O financiamento estudantil foi apontado como uma possibilidade para driblar a falta de recursos financeiros, fator apontado como principal impeditivo à experiência internacional.

O levantamento foi realizado pelo estudante do 3º ano do curso de Medicina, Guilherme Barros de Mattos, sob a orientação do coordenador do Escritório de Relações Internacionais (ERI) da FCM, Gustavo Pereira Fraga. Ao todo, foram entrevistados 190 alunos do primeiro ao quinto ano da graduação.

Do total de estudantes que participaram do levantamento, 66,3% dos estudantes relataram que a dificuldade financeira é o principal motivo que impede a realização de intercâmbio. Por outro lado, 56,8% dos graduandos consideraram a abertura de linhas de financiamento estudantil como alternativa facilitadora.

“Sabemos que grande parte dos estudantes é incapaz de arcar com os custos de intercâmbio durante a graduação. Nosso levantamento teve como objetivo compreender melhor esse cenário, no sentido de averiguar se haveria ou não interesse dos alunos em participar de um programa de financiamento estudantil, que viabilizasse a quitação do intercâmbio após o término do curso, já como profissional formado”, disse Guilherme.

Segundo explica Gustavo Fraga, a troca de experiências entre diferentes culturas é um aspecto positivo tanto na formação de bons profissionais como também no desenvolvimento pessoal dos indivíduos. “Universidades como Oxford e Cambridge contam com amplos projetos de intercâmbio de estudantes a fim de oferecer o melhor ensino possível aos seus estudantes. Também aqui, queremos construir iniciativas que possibilitem aumentar o envio de nossos estudantes ao exterior, favorecendo o desenvolvimento acadêmico e pessoal”, comentou.

Veja a pesquisa, aqui.

Matéria original publicada no site da Faculdade de Ciências Médicas (FCM) da Unicamp.

Imagem de capa

Nicolas Pedrosa Oleinik e Thiago Alexandre M. Pinto, estudantes do 5o ano de Medicina da Unicamp são aceitos para Groningen´s Summer school, nos Países Baixos, em 2019
Nicolas Pedrosa Oleinik e Thiago Alexandre M. Pinto, estudantes do 5o ano de Medicina da Unicamp são aceitos para Groningen´s Summer school, nos Países Baixos, em 2019