Nota da Unicamp sobre o processo de vacinação

A Universidade Estadual de Campinas, embora não seja instituição inserida dentre aquelas responsáveis pela vacinação no estado de São Paulo, está colaborando neste processo visando contribuir para a aplicação de vacinas nos profissionais de sua área de saúde, de modo mais rápido e, de maneira a minimizar os riscos de contágios. Após receber um número insuficiente de doses para todos os profissionais da área de saúde que estão inseridos nos critérios determinados pelo Plano Estadual de Imunização, excepcionalmente constituiu Grupo de Trabalho para definir critérios e procedimentos para o processo de vacinação contra Covid-19 especificamente na área da saúde da Unicamp. Os critérios estabelecidos por este grupo se fundamentam na (1) necessidade de definir e disponibilizar à comunidade critérios objetivos de priorização e convocação, para vacinação contra COVID-19 dos trabalhadores da área da saúde; (2) quantidade de doses recebidas pela Unicamp, inferior à necessidade; (3) necessidade de reservar a segunda dose para todos os que estão sendo vacinados; (4) determinação técnica de que ambas as vacinas são contraindicadas para menores de 18 anos, para quem tem alergia a algum componente da vacina e para quem está com quadro febril agudo; (5) evidencia de que a vacinação contra Covid-19 pode ser oferecida à gestantes e mulheres que estão amamentando, mas que tal decisão deve ser compartilhada com o médico que as acompanha; (6) identificação de comorbidades como definidas pelo Ministério da Saúde (Guia de Vigilância Epidemiológica do Ministério da Saúde do Brasil); e, (7) lista de critérios de prioridade de vacinação que seguem orientações do Plano Nacional de Operacionalização da vacinação contra a COVID-19, em consonância com as orientações da OPAS/OMS e do Plano Estadual de Imunização.

Seguindo os critérios definidos pelo grupo de trabalho GR 006/2021, de 21/01/2021, compete aos dirigentes das áreas de saúde elaborar lista única das pessoas da comunidade de saúde que estão sendo prioritariamente vacinadas, com a convocação dos grupos a cargo do Centro de Saúde da Comunidade (CECOM), com identificação do dia, local e horário para a vacinação.

A partir dos critérios do GT Portaria GR 006/2021, de 21/01/2021, foi publicado em 28/01/2021 a Resolução GR nº. 005/2021 que oficializa os critérios de priorização, que considerou os riscos de exposição e os riscos de adoecimento atingindo estados mais graves da COVID-19 e inclui servidores, funcionários FUNCAMP, terceirizados e estudantes, sendo a seguinte a ordem de prioridade:

I -  Trabalhadores das equipes de vacinação contra COVID-19.

II - Trabalhadores das áreas COVID ainda não vacinados;

III. Trabalhadores da enfermaria e internação em Áreas “NÃO COVID” em atividade presencial:

IV. Trabalhadores das áreas “NÃO COVID” em atividade presencial em Centros cirúrgicos, central de material em atividade presencial com 60 anos ou mais ou com comorbidades com prioridade na convocação.

V. Trabalhadores das áreas ambulatoriais: Otorrinolaringologia, Oftalmologia e Fonoaudiologia.

VI. Trabalhadores de todas as outras áreas ambulatoriais e UBS em atividade presencial, incluindo CRIE, CCIH, NVE, Hospital Dia, Unidade de Órteses e Próteses, Hemocentro, Gastrocentro e Fisioterapia.

VII. Trabalhadores das áreas ambulatoriais de apoio, radiologia, medicina nuclear, procedimentos especializados, Diretoria Clínica – recepção (administrativo e enfermagem).

VIII. Trabalhadores das áreas de laboratório, apoio de portarias, recursos humanos, atendimento remoto, telefonia, farmácia, almoxarifado e, informática.

IX. Docentes e assistentes que estão em atividade presencial exclusiva administrativa ou de gestão ou que tem atividade assistencial habitual mas encontram-se em atividade remota ou afastados.

X. Professores e médicos colaboradores oficialmente integrados aos serviços assistenciais e que estejam exercendo atividade assistencial presencial, e trabalhadores da limpeza de áreas sem contato direto com pacientes COVID.

XI. Alunos de graduação da área da saúde com atividade assistencial.

XII - Trabalhadores da saúde que atuam em áreas de apoio assistencial: copa, hotelaria (camareiros, governantas), recolhimento e tratamento de resíduos, e outras áreas de apoio assistencial não contempladas nas demais categorias.

XIII - Trabalhadores da saúde que atuam em atividades administrativas: finanças, compras, patrimônio, secretarias, comunicação, manutenção, engenharia, qualidade, assessoria administrativa e áreas afins.

XIV. Trabalhadores da Policlínica com 60 anos ou mais ou com comorbidades com prioridade na convocação.

Todas as atividades de vacinação e a aplicação dos critérios acima está sendo acompanhada por uma comissão específica estabelecida na Resolução GR nº. 005/2021 de 28/01/2021, na qual estão representadas as unidades assistenciais, órgãos da reitoria, representantes de funcionários e professores.

Vale destacar que as pessoas vacinadas na Unicamp estão dentro do grupo prioritário do Plano Estadual de Imunização, e que a listagem dos vacinados e convocados será regularmente divulgada no site do CECOM.

 

Reitoria da Unicamp
Campinas, 01 de fevereiro de 2021.