Unicamp decreta luto em memória das 200 mil vítimas do coronavírus

A Unicamp decretou nesta sexta-feira (08) luto oficial de três dias em memória das 200 mil mortes causadas pela Covid-19 no Brasil. Os dias de luto têm início no dia 9 de janeiro e a portaria entra em vigor a partir da data de sua publicação.

Esta triste marca foi alcançada na ultima quinta-feira (07) quando já se acumulavam mais de 7.9 milhões de pessoas vitimas desta pandemia. O mundo soma mais de 88 milhões de casos e 1.8 milhão de pessoas mortas. Desde o começo da pandemia, o coronavírus deixou um rastro de perdas irreparáveis pelo país.

Para a Reitoria da Unicamp, a situação vivida pelo país, e que motiva a publicação da portaria, é dramática e inaceitável. Segundo o reitor Marcelo Knobel, este número impressionante de vitimas não deve ser considerado normal, representando mais que dados, vidas perdidas e famílias inteiras enlutadas. Para além desta quantidade absurda de vidas ceifadas há uma constatação: o Brasil perde um pouco de si mesmo, da sua história, e principalmente de sua gente. E para todas as pessoas que sofrem por esta lastimável situação, a Universidade entristecida e inconformada presta sua solidariedade e homenagem. "Jamais poderemos banalizar um número expressivo como esse quando se trata de vidas humanas", comentou. Ele reiterou o empenho da universidade no enfrentamento da doença, por meio de seu complexo hospitalar, e de seus pesquisadores, nas diversas áreas do conhecimento.

Imagem de capa

Luto oficial em memória das 200 mil mortes causadas pela Covid-19 no Brasil
Luto oficial em memória das 200 mil mortes causadas pela Covid-19 no Brasil