Thiago Nicodemo assume a coordenação do Arquivo Público

A partir deste mês o Arquivo Público do Estado de São Paulo (APESP) passa a ter um novo coordenador. Thiago Lima Nicodemo tem consolidada carreira acadêmica, com mestrado e doutorado em História pela Universidade de São Paulo. É professor da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e pesquisador na área de arquivos e documentos históricos, incluindo a transformação no campo da história no século XXI.

Ele substitui Fernando Padula Novaes, coordenador do Arquivo Público desde abril de 2016. Padula deixa a coordenação do APESP para assumir a cadeira de Secretário da Educação do município de São Paulo, a convite do prefeito Bruno Covas.

“Agradeço meu antecessor, Fernando Padula, por sua excelente gestão à frente do APESP. Ele consolidou um processo de mais de dez anos de modernização do Arquivo. Se o Arquivo Público do Estado alcançou a excelência em seus serviços também é graças ao corpo técnico qualificado e a todos os seus servidores”, declara Nicodemo em seu primeiro dia de expediente no APESP. Ele reconhece que o Arquivo realiza um serviço público fundamental para a sociedade, seja no âmbito da gestão pública, seja no âmbito da história. Além disso, o novo Coordenador nota que o Arquivo presta um serviço cada vez mais importante para a sociedade pois hoje produzimos documentos numa crescente exponencial e, para torná-los acessíveis com transparência é necessário estabelecer regras para o fluxo na gestão pública e finalmente para preservá-los de forma definitiva..

Em quase cinco anos de gestão, Fernando Padula trabalhou em importantes conquistas para o APESP, como a implantação do Fundo Especial de Despesa da Unidade do Arquivo Público do Estado (FEARQ); na realização de um convênio inédito visando o repasse de R$ 1,5 milhão do Orçamento Geral da União para o APESP, por meio da Secretaria de Governo, para modernização de infraestrutura predial e de equipamentos; e na elaboração e implantação de um Plano Diretor para o Arquivo Público, expansão e consolidação do SPDOC, parceria com o TCE e a criação do curso técnico de Arquivo, pelo Centro Paula Souza.

Padula teve participação fundamental em projetos das equipes técnicas do APESP, como a ampliação de instrumentos de gestão documental, que atingiu a marca de 100% das tabelas de temporalidade, da atividade fim das Secretarias estaduais, e documentos digitais, com a implantação do Sem Papel , adotando o Sigadoc do TRF2 em órgãos do Estado; no lançamento do novo Guia do Acervo e no recolhimento e preservação de acervos importantes da administração pública paulista, FUNDAP, CPOS/DOP, EMPLASA, conselho Estadual da Educação, entre outros...

“ Agradeço toda a equipe do APESP pela parceria, dedicação, comprometimento e por abraçar os projetos que realizamos juntos desde abril 2016. Parabenizo pelas conquistas alcançadas por nossa instituição, certamente o Apesp está mais forte. Desejo muito sucesso ao Thiago Nicodemo na coordenação, a quem aproveito para agradecer por ter aceito se afastar da carreira acadêmica para gerir o Arquivo. Tenho certeza que o APESP está em ótimas mãos”, afirma Fernando Padula.