Unicamp e Rede Mário Gatti assinam convênio para atendimento na UPA Anchieta Metropolitana

A partir do mês de dezembro, professores, médicos residentes e alunos do quinto e sexto anos do curso de Medicina da Faculdade de Ciências Médicas (FCM) passam a atuar na UPA Anchieta Metropolitana. O anúncio do convênio entre a Unicamp e a Rede Mário Gatti de Urgência e Emergência Hospitalar foi feito durante a live do prefeito de Campinas, Jonas Donizette, no dia 25 de novembro.

Donizette assinou a sanção da lei que institui o programa de preceptoria pública e privada no município de Campinas. A medida vai garantir que os professores universidades trabalhem com preceptores, orientando alunos e médicos residentes. Ela complementa a Lei Municipal 15.394/2107 que instituiu o Programa de Preceptoria e Supervisão em atividades de estágio e internato exercidas por alunos de ensino superior na área da saúde, até então apenas para instituições privadas.

A partir de agora, com a complementação da Lei, instituições públicas de ensino passam a integrar a Rede Mário Gatti, que coordena o campo de ensino e estágio nas Unidades de Pronto Atendimento (UPA) de Campinas. “Agora, com a entrada da Unicamp, teremos 6 escolas de nível superior e 12 de nível técnico atuando de segunda a sexta-feira em diversas UPAs de Campinas”, explica Marcos Pimenta, coordenador da Rede Mario Gatti, que conta com mais de 6 mil acadêmicos.

As primeiras áreas da FCM que irão atuar dentro da UPA Anchieta Metropolitana são Pediatria e Emergência Clínica. Para o início de 2021, estão previstas também a participação dos professores, médicos residentes e alunos das áreas de Saúde Mental, Cirurgia e Ortopedia (Trauma).

“A área da Saúde da Unicamp – Hospital de Clínicas, Caism, Hemocentro, Gatrocentro – trata de casos graves e de cirurgias complexas, mas não são campos suficientes para ensinar tudo em Medicina. É muito importante para a Unicamp ampliar a área de atuação de seus alunos e médicos residentes. Esse parceria com a Prefeitura de Campinas e com a Rede Mário Gatti trará, sem dúvida, um ganho enorme para a nossa faculdade”, disse Luiz Carlos Zeferino, diretor da FCM que participou da live na Prefeitura de Campinas, representando o reitor da Unicamp, Marcelo Knobel.

“Com essa parceria, ganha a população no atendimento e os futuros médicos em sua formação profissional. Temos, assim, um mecanismo formador robusto e exitoso de profissionais para atuar na saúde”, comentou o secretário de Saúde de Campinas, Cármino de Souza

Assista ao vídeo da live do dia 25 de novembro de 2020 que contou também com a participação de Guilherme de Menezes Succi, coordenador do curso de graduação em Medicina da São Leopoldo Mandic que também integra o Programa de Preceptoria e Supervisão da Rede Mário Gatti. A Faculdade São Leopoldo Mandic atuará nas UPAs Carlos Lourenço e Campo Grande.

Matéria original publicada no site da FCM. 

 

Imagem de capa

Logo na fachada do prédio da FCM
As primeiras áreas da FCM que irão atuar dentro da UPA Anchieta Metropolitana, a partir de dezembro, são Pediatria e Emergência Clínica