Acolhimento de Novos Docentes tem início de forma virtual

Teve início nesta quarta-feira (25) a décima edição do Acolhimento aos Novos Docentes, projeto organizado pelo Espaço de Apoio ao Ensino e Aprendizagem (EA)² para auxiliar os novos professores da Unicamp em sua inserção na vida acadêmica da Universidade, apresentar aos docentes os recursos e aspectos institucionais da Unicamp e debater os processos de ensino e aprendizagem. Por conta da pandemia do coronavírus, nesta edição as atividades serão desenvolvidas na modalidade on-line. 

Além de novos profissionais, que passaram a compor o quadro docente da Universidade neste ano, participaram da abertura o Reitor Marcelo Knobel; a professora Teresa Atvars, Coordenadora Geral da Unicamp; Eliana Amaral, Pró-Reitora de Graduação; e a professora Teresa Celina, Diretora Executiva de Ensino Pré-Universitário da Unicamp. A programação do Acolhimento conta com conferências sobre as características do trabalho e da carreira docente na Unicamp, apresentação dos programas de apoio aos professores, espaços de formação e recursos didáticos, como o próprio (EA)² e o Grupo Gestor de Tecnologias Educacionais (GGTE), e ainda sobre os serviços da Universidade disponíveis aos docentes. 

Em suas apresentações, os dirigentes da Universidade ressaltaram a importância do apoio prestado pela Pró-Reitoria de Graduação (PRG) e seus órgãos ao trabalho dos docentes, principalmente no atual momento em que as atividades didáticas precisaram ser reformuladas para o ensino remoto. "Uma preocupação da Pró-Reitoria de Graduação tem sido o apoio ao corpo docente. Entendemos que existe a necessidade de apoio na oferta de oportunidades de atualização, de discussão de aspectos pedagógicos, aspectos ligados aos currículos. A PRG tem o papel de reunir, em seus vários órgãos e ações, tudo aquilo que se refere à entrada, passagem do estudante e saída da graduação", esclareceu Eliana Amaral. 

Segundo Marcelo Knobel, neste ano foram contratados 66 novos docentes, que agora fazem parte do corpo docente das Faculdades, Institutos e colégios técnicos da Unicamp, Cotuca e Cotil. Ele desejou sucesso aos novos professores e comentou que essa renovação enriquece o trabalho desenvolvido pela instituição: "Gosto muito dessa diversidade que temos na Unicamp, de áreas, de pessoas, de lugares de origem. Na minha visão, essa é a grande força da Universidade".

Os novos docentes puderam compartilhar um pouco de suas experiências em outras instituições e as expectativas para a vida acadêmica que começa a ser construída na Unicamp. Lucienne Guedes é uma das novas professoras do Instituto de Artes (IA). Contratada no início deste ano, ela trabalha nas áreas de interpretação e direção teatral. "Apesar de todas as dificuldades, este ano tem sido de muita força, de muita disposição discente e docente para enfrentar as distâncias, sobretudo no teatro. Estou bastante contente com isso", compartilhou Lucienne. 

Já Talita Balaminut teve ainda pouco contato com a vida docente da Universidade. Contratada em outubro deste ano, ela é uma das mais novas professoras da Faculdade de Enfermagem (Fenf) e trabalha com a saúde da mulher e do recém-nascido. Para ela, estreitar ainda mais os laços com a Unicamp será uma grande alegria: "Sempre tive um carinho muito grande pela Unicamp, tenho familiares que foram tratados aqui, então é um prazer enorme fazer parte dessa instituição".
 

Imagem de capa

foto mostra sala de aula do ciclo básico com alunos assistindo a aula
Programa de acolhida chega à décima edição adaptado às necessidades impostas pela pandemia do coronavírus