Espaço Plasma já está em funcionamento

O Espaço Plasma, sede do Programa de Projetos Estudantis Espontâneos (PE²), foi inaugurado nesta sexta-feira (20). O prédio possui ambientes de coworking, studio de gravação e espaço maker com equipamentos para viabilizar o desenvolvimento de ideias e criações dos alunos da Unicamp. O funcionamento, enquanto as restrições sanitárias impostas pela pandemia permanecerem, permite acesso ao espaço de coworking, onde há internet de boa qualidade, ventilação adequada e todos os protocolos para garantir a segurança.

A professora Gabriela Celani, assessora da reitoria, explica que o Plasma é concebido para enriquecer a formação acadêmica dos estudantes. “Contribui para a formação de pessoas que estarão capacitadas a botar a mão na massa mesmo e ajuda a formar pessoas que se arriscam mais a fazer coisas”, diz. No prédio, avalia, os estudantes poderão desenvolver ideias também fora da sala de aula. Além disso, viabilizando o encontro de alunos de diversas áreas, o ambiente suscitará a integração interdisciplinar e colaborativa em torno dos projetos.

audiodescrição: fotografia colorida da área de coworking do espaço plasma
Cerimônia de inauguração do Espaço Plasma ocorreu no dia 20 de novembro

Espaço inovador

Durante a cerimônia de inauguração, o reitor da Unicamp, Marcelo Knobel, lembrou do esforço coletivo da coordenadora do Plasma e dos estudantes engajados na construção do espaço. O anseio, segundo o reitor, é que local seja totalmente gerido e organizado pelos estudantes e que possa funcionar 24 horas por dia, todos os dias da semana e que tenha tanto sucesso que possa ser replicado em outros lugares dentro e fora da Unicamp.

“Como alguém que visitou muitas universidades, posso afirmar que nunca vi um espaço como esse. É inovador e diferente e será, tenho certeza, referência nacional e internacional”, afirmou.

Funcionamento segundo Convívio Seguro

Devido às limitações por conta da pandemia do novo coronavírus, por enquanto somente o espaço de coworking estará a aberto, de segunda a sexta-feira, das 7h às 19h. “Para a comunidade da Unicamp é uma nova opção de espaço com boa ventilação, boa iluminação, boa internet e à medida que os alunos começam a retornar no campus eles têm um local onde podem trabalhar evitando aglomerações. Damos uma opção a mais para as pessoas”, afirma Gabriela.

O Espaço Plasma está localizado no antigo Laboratório de Plasmas do Instituto de Física Gleb Wataghin (Avenida Albert Einstein, 851). O local foi reformado seguindo as normas de acessibilidade e tem capacidade para receber 200 pessoas. Nesta primeira fase de inauguração, devido aos protocolos de segurança, serão permitidas até 52 pessoas, distribuídas entre espaço externo coworking e copa. O espaço maker, com impressoras 3D, máquinas de corte a laser, fresadoras CNC e outros equipamentos, ainda não está com o uso liberado.

Projetos espontâneos

O Plasma integra o Programa de Projetos Estudantis Espontâneos (PE²), que foi criado pelo Conselho Universitário em 2019 para fomentar a inovação e autonomia entre os estudantes. "O programa de projetos espontâneos é ter esse espaço para os alunos onde os alunos de diversos cursos possam trabalhar em projetos. A ideia é juntar alunos de diversas áreas e trazer inovação, contribuir para uma formação diferenciada”, explica a professora do Instituto de Computação e coordenadora do PE², Juliana Borin. 

A equipe do PE² é composta também por comissões discentes, que estão abertas à participação de alunos de Graduação e de Pós-Graduação. Se você tiver interesse em colaborar, acesse o formulário. Além de ter a sede no Espaço Plasma, o PE² pretende que novos espaços maker surjam no futuro dentro da Unicamp.

Saiba mais sobre a história do Espaço na reportagem de Felipe Mateus:

Espaço Plasma
Espaço Plasma
Espaço Plasma
Espaço Plasma
Espaço Plasma
Espaço Plasma
Espaço Plasma
Espaço Plasma
Espaço Plasma
Espaço Plasma

Imagem de capa

audiodescrição: fotografia colorida do espaço plasma, no espaço de coworking
Espaço de coworking do prédio já está aberto