GGBS lança edital para espaços de convivência a docentes e funcionários

imagem mostra projeto apresentado para área de convivência na faculdade de medicina
Projeto de espaço de convivência elaborado com containers na Faculdade de Ciências Médicas (FCM) da Unicamp. Iniciativa serviu de inspiração para lançamento do edital para outras áreas na Universidade

Foi lançado pelo Grupo Gestor de Benefícios Sociais (GGBS), em parceria com a Diretoria Executiva de Planejamento Integrado (DEPI), um edital que vai selecionar projetos para a criação de novos espaços de convivência para docentes e funcionários da Unicamp, ou requalificação de espaços já existentes e que não são utilizados. Serão disponibilizados até R$ 100 mil a projetos de criação de novos espaços e até R$ 50 mil para a readequação de espaços. As propostas devem ser enviadas pelos diretores de unidades ou órgãos até 3 de dezembro por meio do formulário disponível na página do GGBS.

O objetivo do edital é promover a qualidade de vida nos espaços de trabalho, garantindo o bem-estar e possibilitando formas de convivência entre os trabalhadores da Universidade. Segundo uma pesquisa da Right Management, uma das maiores consultorias em Recursos Humanos do mundo, ambientes de trabalho confortáveis podem aumentar a produtividade das equipes em até 50%. "Um local ideal para uma pausa para descansar, se alimentar e sociabilizar com os colegas têm como resultado, além de um trabalho mais eficiente, um ganho com uma equipe mais integrada e fortalecida. Isso está plenamente em consonância com a missão do GGBS, que tem como foco principal o benefício para os funcionários da Unicamp", explica Airton Lourenço, coordenador do GGBS. 

As propostas podem ser submetidas em duas categorias: a criação de novos espaços de convivência ou reforma de espaços já existentes envolvendo a elaboração de projetos de engenharia e/ou arquitetura, ou a requalificação de espaços já existentes, sem a necessidade de obras ou reformas. Para a primeira categoria, serão disponibilizados até R$ 100 mil por proposta e, para a segunda, até R$ 50 mil. Elas serão avaliadas por uma comissão técnica, formada por seis membros, que emitirá um parecer consubstanciado que será encaminhado ao Conselho Gestor do GGBS para deliberação, que poderá aprovar totalmente ou parcialmente as solicitações de recursos ou então rejeitar as propostas. 

Os projetos devem detalhar qual o público-alvo dos espaços projetados, local de implantação, justificativa, resultados esperados, valor da solicitação financeira, cronograma de execução vinculado ao orçamento e representação gráfica (croqui) do espaço nos casos em que as propostas criem novos espaços ou incluam obras de reforma. Projetos de engenharia e/ou arquitetura deverão ser providenciados pelas próprias equipes das unidades ou seus custos para contratação terceirizada devem ser incluídos no orçamento. As propostas devem ainda obedecer às diretrizes do Plano Diretor Integrado da Unicamp e considerar os princípios de acessibilidade e sustentabilidade. 

Os resultados da seleção serão divulgados no dia 21 de dezembro de 2020. Outras informações e o edital completo estão disponíveis na página do GGBS

Imagem de capa

imagem mostra logo do ggbs
Podem ser submetidos projetos para criação de novos espaços ou requalificação de locais já existentes