Profissionais de saúde do Hospital de Clínicas recebem crachás humanizados em meio à pandemia

Para cuidar de pacientes vitimados pela covid-19, os profissionais de saúde entre médicos, enfermeiros e auxiliares se paramentam com equipamentos de proteção (EPIs) para prevenir o contágio da doença. Esse procedimento, ainda que necessário por razões sanitárias, descaracteriza o profissional e impede qualquer tipo de conexão com quem está cuidando. Ao mesmo tempo, isso aumenta a angústia dos pacientes, que já estão em uma situação de isolamento e sem contato com seus familiares.

Com o objetivo de melhorar essa conexão, a ONG ImageMagica, que utiliza a fotografia como ferramenta de humanização dentro de hospitais, com o apoio do laboratório farmacêutico EMS, teve a iniciativa de produzir os crachás humanizados no Hospital de Clínicas da Unicamp. 

A ideia é imprimir um retrato antes da equipe se paramentar, além de incluir informações pessoais e uma mensagem positiva. Dessa maneira, os pacientes identificam seus cuidadores por trás de todo o aparato de proteção, e o processo se torne mais humano. Os crachás são plastificados para serem higienizados individualmente. A ação está acontecendo até o dia 16 de outubro.

É feita uma foto com um sorriso e uma mensagem motivacional para proporcionar conexão com o paciente e facilitar a identificação entre os próprios profissionais paramentados com EPI’s. “Essa ação recupera a autoestima e valoriza cada profissional que está ali, dedicando a sua vida a esses pacientes. Com o crachá, ele volta a ter nome, a ter rosto. Volta a ter identidade”, complementa André François, fotógrafo e fundador da ImageMagica.

Segundo relato da enfermeira Laura Feijó, uma das ferramentas que o profissional de saúde usa para acolher o paciente é o sorriso. “O crachá veio para trazê-lo de volta em um momento em que precisamos ficar totalmente paramentados”, complementa.

Sobre a ImageMagica: Fundada pelo fotógrafo André François, a ImageMagica tem como missão promover o desenvolvimento de pessoas utilizando a fotografia como ferramenta de transformação e empoderamento. A ONG desenvolve ações nas áreas de educação, saúde e cultura, atuando em diferentes causas. Com a convicção de que a transformação começa pelo olhar, a ImageMagica estimula as pessoas a perceberem mais atentamente seu entorno e, com essa reflexão, mudar a si próprias e o ambiente onde vivem. Desde 1995, já foram mais de 380 mil olhares transformados com projetos realizados em 19 países. 

Sobre a EMS: Maior laboratório farmacêutico no Brasil, 100% brasileiro, líder de mercado há 14 anos consecutivos, pertencente ao Grupo NC. Com mais de 55 anos de história e mais de cinco mil colaboradores, atua nos segmentos de prescrição médica, genéricos, medicamentos de marca, OTC e hospitalar, fabricando produtos para praticamente todas as áreas da Medicina. Tem presença no mercado norte-americano por meio da Brace Pharma, empresa com foco em inovação radical. A EMS também investe consistentemente em inovação incremental, em genéricos de alta complexidade e é uma das acionistas da Bionovis, de medicamentos biotecnológicos – considerados o futuro da indústria farmacêutica. A empresa possui unidades produtivas em Jaguariúna (SP); em Brasília (DF); em Hortolândia (SP), onde funcionam o complexo industrial, incluindo o Centro de Pesquisa & Desenvolvimento, um dos mais modernos da América Latina, e a unidade totalmente robotizada de embalagem de medicamentos sólidos; e conta também com a Novamed, localizada em Manaus (AM), uma das maiores e mais modernas fábricas de medicamentos sólidos do mundo. A EMS exporta para mais de 40 países.