Vestibular Unicamp 2021 tem recorde histórico de candidatos de escola pública

A procura pelo Vestibular Unicamp aumentou, em relação aos dois últimos anos. A Comissão Permanente para os Vestibulares da Unicamp (Comvest) registrou 77.653 inscritos para o Vestibular 2021, cujas provas serão aplicas em janeiro e fevereiro. No ano passado, o número de inscritos havia sido de 72.859 e no Vestibular 2019, 76.327. Acompanhado do crescimento geral de candidatos, houve aumento também de vários índices sociais. Os grupos de estudantes beneficiados pela isenção da taxa de inscrição e o de estudantes oriundos de escolas públicas cresceram. Em ambos os perfis, inclusive, o percentual registrado foi um recorde histórico. No caso dos estudantes de escola pública, o percentual chegou a 34,2%, marca nunca antes registrada. Na edição passada do Vestibular Unicamp, os candidatos de escola pública representaram 32,2% do total de inscritos.

Mais de 77 mil inscritos para o Vestibular 2021 farão provas em janeiro e fevereiro
Mais de 77 mil inscritos para o Vestibular 2021 farão provas em janeiro e fevereiro

O número de candidatos isentos subiu quatro pontos percentuais, passando de 10,1% no Vestibular 2020, para 14,1% este ano, marca também nunca alcançada. Em números absolutos, as isenções concedidas esse ano cresceram 48%, passando de 7.380 no processo anterior para 10.925 no Vestibular 2021, o maior número de beneficiados desde o início do Programa de Isenção, em 2000. Os demais índices de inclusão praticamente se mantiveram em comparação ao ano passado. O percentual de candidatos autodeclarados pretos e pardos ficou em 21% e o percentual de estudantes que fizeram a opção pelas cotas étnico-raciais foi de 12% do total de inscritos no Vestibular Unicamp 2021.

Para o diretor da Comvest, José Alves de Freitas Neto, o aumento do número de inscritos e particularmente o recorde de estudantes de escola pública surpreendeu positivamente. “Fizemos um imenso trabalho de diálogo com estudantes e escolas, em nossas redes sociais e dezenas de lives para manter o engajamento dos estudantes, para que eles compreendessem que valeria a pena se inscrever e buscar sua vaga numa universidade pública como a Unicamp”, afirmou.

José Alves destacou que as características das provas para essa edição do vestibular foram enfatizadas nos contatos com os estudantes. “Tivemos o cuidado de enfatizar a adaptação das provas desta edição do vestibular em relação à realidade escolar de 2020. E consideramos que essa ação teve resultados positivos”, disse.

 

Inclusão social/Inscritos – comparativo

 

2019

2020

2021

Escola pública

30,9%

32,2%

34,2%

Pretos e pardos

21,8%

21,3%

21%

Cotas étnico-raciais

12%

11%

12%

Candidatos isentos

9,5%

10,1%

14,1%

 

As dez carreiras mais procuradas no Vestibular Unicamp 2021 são: Medicina; Arquitetura e Urbanismo; Ciências Biológicas; Comunicação Social-Midialogia; Ciência da Computação; Engenharia da Computação; Farmácia; História; Ciências Econômicas e Enfermagem. A Comvest disponibilizou, em sua página eletrônica, a tabela com a relação candidatos-vaga por curso, bem como o total de inscritos por cidade de prova. Os locais de prova da primeira fase serão divulgados pela Comvest no dia 11 de dezembro.

Outros estados

Este ano, houve crescimento de inscritos em todas as capitais do país em que a Unicamp aplica as provas do vestibular, além de São Paulo, com exceção de Fortaleza (veja abaixo). Além disso, as novas cidades de aplicação de provas em São Paulo, inseridas para essa edição do vestibular, Barueri e Fernandópolis, registraram a seguinte procura: 1.377 candidatos e 334 candidatos respectivamente.

 

Capital

2019

2020

2021

BELO HORIZONTE-MG

2.243

2.259

2.490

BRASÍLIA-DF

1.754

1.862

1.947

CURITIBA-PR

1.067

1.071

1.303

FORTALEZA-CE

1.194

1.239

951

SALVADOR-BA

1.119

1.208

1.264


Primeira fase

Para reduzir o número de estudantes circulando e evitar aglomeração nas escolas, por causa da pandemia de Covid-19, a primeira fase será aplicada em dois dias: 6 e 7 de janeiro de 2021. O dia de realização da primeira fase, para cada candidato, depende do curso escolhido: candidatos aos cursos do segmento de Ciências Humanas/Artes e de Exatas/Tecnológicas farão a prova no dia 6 de janeiro, uma quarta-feira. Já os candidatos da área de Ciências Biológicas/Saúde farão a prova no dia seguinte, ou seja, 7 de janeiro, uma quinta-feira.

A Comvest tomou várias medidas com vistas a minimizar os efeitos da pandemia para os candidatos. Além da aplicação da primeira fase em dois dias, as questões da prova serão reduzidas de 90 para 72 e o tempo máximo para sua realização diminuirá de cinco para quatro horas.

Em São Paulo, a Comvest irá aplicar as provas da primeira fase do seu Vestibular em 32 cidades: Araçatuba, Barueri, Bauru, Botucatu, Bragança Paulista, Campinas, Fernandópolis, Franca, Guarulhos, Indaiatuba, Jundiaí, Limeira, Lorena, Marília, Mogi das Cruzes, Mogi Guaçu, Osasco, Piracicaba, Presidente Prudente, Ribeirão Preto, Santa Bárbara D’Oeste, Santo André, Santos, São Bernardo do Campo, São Carlos, São João da Boa Vista, São José do Rio Preto, São José dos Campos, São Paulo, Sorocaba, Sumaré e Valinhos.

Calendário Vestibular Unicamp 2021

Inscrições : 30/7 a 8/9/2020

Pagamento da Taxa até 10/9

Provas de Habilidades Específicas de Música :

Etapa I – 21/9 a 2/10/2020 (envio de vídeos)

Etapa II e Etapa III – 23 a 27/11/2020 (envio de vídeos)

1ª fase : 6 e 7/01/2021

2ª fase : 7 e 8/2/2021

Provas de Habilidades Específicas : 11 e 12/2/2021

Divulgação da 1ª chamada (para matrícula presencial) : 10/3/2021

Matrícula presencial da 1ª chamada : 15/3/2021

*O calendário completo está disponível na página da Comvest.

 

Imagem de capa

candidatos realizam provas do Vestibular 2020
Acompanhado do crescimento geral de candidatos, houve aumento também de vários índices sociais. Os grupos de estudantes beneficiados pela isenção da taxa de inscrição e o de estudantes oriundos de escolas públicas cresceram