Nota de esclarecimento sobre análises de produtos e equipamentos contra o novo coronavírus

A Universidade Estadual de Campinas manifesta-se em relação às notícias divulgadas sobre produtos e equipamentos de ação virucida que mencionam uma avaliação realizada pela universidade.

Docentes e pesquisadores da Unicamp realizam diferentes ensaios de avaliação de produtos desenvolvidos por outras entidades. Tais serviços fazem parte do necessário retorno à sociedade por parte de uma universidade com responsabilidade social como a Unicamp. Para esses serviços, são utilizados a infraestrutura e o conhecimento de nossos profissionais para avaliar os efeitos sugeridos pelos fabricantes de diferentes produtos.

No contexto dos testes realizados com atividade virucida de produtos e equipamentos contra o novo coronavirus, amplamente divulgado pela imprensa, verificou-se a eficiência na inibição e inativação do vírus in vitro em ambiente controlado de laboratório. Não foi, no entanto, verificada a segurança para a saúde e o meio-ambiente, no caso de uso livre do produto em ambientes fora de um laboratório.

Para verificar essa segurança, outros tipos de testes seriam necessários, que não foram solicitados, de acordo com o conhecimento da Unicamp. A universidade também não participou do desenvolvimento do produto.

Considerando a utilização do nome da Unicamp, a resolução do Gabinete do Reitor 028/2004 estabelece que “Fica vedado o uso da marca Unicamp e do seu logotipo em papéis, documentos, tecidos, plásticos, adesivos e impressos em geral, bem como em outros objetos não oficiais da Universidade, sem autorização, por escrito, da Reitoria”.

twitter_icofacebook_ico

Comunidade Interna

O objetivo da reunião foi apresentar a experiência da Unicamp na aquisição de energia elétrica no Ambiente de Contratação Livre 

Modalidade oferecida pela Unicamp para financiamento de projetos de ensino, pesquisa e extensão completa 20 anos

Atualidades

Evento começou esta semana no Instituto de Computação e conta com aulas teóricas, simulados e palestras com patrocinadores

José Ricardo Teixeira Junior (IB) e Geovane Augusto Gaia Vieira (IG) vão para as universidades norte-americanas de Yale e UCLA, respectivamente

Artigo destaca a relevância das pesquisas acadêmicas sobre direitos humanos

Cultura & Sociedade

Instituto reúne grupos de pesquisa de 24 instituições e deve fortalecer os estudos de gênero no país; a coordenação é das docentes Viviane Resende, da Universidade de Brasília e Karla Bessa, do Núcleo de Estudos de Gênero (Pagu) da Unicamp

Atividade será uma das primeiras iniciativas a partir de parceria com a Secretaria Municipal de Esportes e Lazer de Campinas