Unicamp abre inscrições para o Vestibular 2021

Diante de um contexto nunca antes vivenciado em sua história, a Comissão Permanente para os Vestibulares da Unicamp (Comvest) deu início hoje (30), ao Vestibular Unicamp 2021, com a abertura das inscrições. Várias adaptações foram e estão sendo promovidas, considerando o contexto da pandemia de Covid-19 e a realidade dos estudantes de todo o país. Houve aumento das vagas em relação ao ano passado, que passaram a incluir as 639 vagas previstas para o edital Enem-Unicamp, que não será oferecido para ingresso em 2021, em função da mudança do calendário do exame promovida pelo Inep. Assim, o Vestibular Unicamp 2021 oferece 3.234 vagas, distribuídas em 69 cursos. As inscrições poderão ser feitas até o dia 8 de setembro, pela página da Comvest e a taxa não sofreu reajuste (170,00 reais).

A Comvest informou que irá manter, no vestibular, os percentuais de reserva de vagas para candidatos de escola pública e candidatos autodeclarados pretos e pardos que estavam previstos para a modalidade Enem-Unicamp. Desta maneira, o vestibular passa a ter pela primeira vez, uma reserva de vagas também para estudantes de escola pública. Além disso, continua valendo a bonificação do Programa de Ação Afirmativa e Inclusão Social (PAAIS), prevista na primeira e na segunda fase: 20 pontos para aqueles que cursaram integralmente o ensino fundamental II em escolas públicas; 40 pontos para aqueles cursaram integralmente o ensino médio em escolas públicas; 60 pontos para aqueles que cursaram ambos os períodos na rede pública.

Para garantir os percentuais mínimos de reserva de vagas que estavam previstos na modalidade Enem-Unicamp, eles serão transferidos para as vagas do vestibular. Os 15% para candidatos de escola pública (sendo 10% para candidatos de escola pública e 5% para candidatos de escola pública autodeclarados pretos e pardos) e os 10% para candidatos autodeclarados pretos e pardos (sendo 5% para candidatos de escolas públicas e 5% para candidatos das demais escolas) ficarão garantidos no Vestibular Unicamp 2021. Desta maneira, com o percentual de 15% que já existia no vestibular, fica estabelecido o mínimo de 25% dos ingressantes autodeclarados pretos ou pardos.

Reitor Marcelo Knobel e diretor Comvest José Alves Neto:
Reitor Marcelo Knobel e diretor da Comvest José Alves de Freitas Neto: várias medidas para minimizar os efeitos da pandemia para os candidatos

Mudanças

Segundo a Comvest, foram tomadas várias medidas com vistas a minimizar os efeitos da pandemia para os candidatos. O diretor da Comvest, José Alves de Freitas Neto, lembrou que as medidas tomadas pela Unicamp, desde o início da pandemia foram pioneiras. “A Unicamp foi a primeira universidade pública do país a paralisar suas atividades  por causa da pandemia. Foi uma decisão rápida, difícil e necessária. Com o vestibular, tivemos o mesmo desafio: adaptar-se à realidade, tranquilizar os candidatos e realizar um processo que seja coerente com os princípios da universidade. Medidas concretas como a extensão da prova, adaptação dos conteúdos e obras, divisão dos dias de provas para evitar aglomeração, simplificação dos processos de isenção e toda a logística que planejaremos a partir do número de inscritos”, detalhou.

Para reduzir o número de estudantes circulando e evitar aglomeração nas escolas, nessa edição do vestibular, a primeira fase será aplicada em dois dias: 6 e 7 de janeiro de 2021. O dia de realização da primeira fase, para cada candidato vai depender do curso escolhido: candidatos aos cursos do segmento de Ciências Humanas/Artes e de Exatas/Tecnológicas farão a prova no dia 6 de janeiro, uma quarta-feira. Já os candidatos da área de Ciências Biológicas/Saúde farão a prova no dia seguinte, ou seja, 7 de janeiro, uma quinta-feira. A segunda fase não sofrerá alteração do formato e continuará sendo aplicada em dois dias: 7 e 8 de fevereiro de 2021.

Outra mudança promovida foi a redução do número de questões da primeira de 90 para 72 e o tempo máximo para sua realização diminuirá de cinco para quatro horas. Por outro lado, o número de locais de provas será ampliado, além da inclusão de duas novas cidades no estado de São Paulo: Barueri e Fernandópolis. As medidas buscam ampliar a cobertura do Vestibular Unicamp e evitar longos deslocamentos. No total, as provas serão aplicadas em 32 cidades no Estado de São Paulo e em cinco capitais.

Considerando o contexto do ensino durante a pandemia de Covid-19, a Comvest também reduziu a lista de obras de leitura obrigatória para o vestibular de 12 para sete obras, em virtude da dificuldade de acesso a bibliotecas e os efeitos na educação pública e privada.

O reitor da Unicamp, Marcelo Knobel, destacou o cuidado com o qual as definições sobre o Vestibular 2021 foram tomadas. “É um desafio organizar o vestibular nesse momento único pelo qual estamos passando. Nunca vivenciamos algo parecido e encaramos as definições, desde o início, com muito cuidado, especialmente em relação à saúde das pessoas e para que tenhamos um vestibular com toda a qualidade do Vestibular Unicamp”, disse.

A pró-reitora de graduação da Unicamp, Eliana Amaral, afirmou que a Universidade tem, desde o início da pandemia, buscado adaptar o ensino e comentou o que os futuros ingressantes podem esperar. “Estamos fazendo todo o esforço necessário para que os estudantes, inclusive aqueles que irão ingressar na Unicamp em 2021, possam aproveitar o que é a experiência universitária, seja presencialmente ou não, e vamos manter a marca Unicamp”, disse.

Eliana Amaral destacou a necessidade de os candidatos do vestibular refletirem bastante antes da escolha do curso. “Que eles possam escolher com muita cautela e se tiverem dúvidas, façam contato com a comunidade da Unicamp, nos diferentes canais, pois esperamos recebê-los da melhor maneira possível no próximo ano”, concluiu.

Acesse o calendário completo.

Calendário Vestibular Unicamp 2021

Inscrições e pagamento da taxa de inscrição : 30/7 a 8/9/2020. Pagamento até 10/9

Provas de Habilidades Específicas de Música: 

Etapa I (envio de vídeos) - 21/9 a 2/10/2020

Convocados para Etapas II e III de Música - 9/11/2020

Provas de Habilidades Específicas de Música :

Etapa II e III (envio de vídeos) - 23 a 27/11/2020

Provas 1ª fase : 6/01/2021 e 7/01/2021

Divulgação dos aprovados na 1ª fase : 29/1/2021

Provas 2ª fase : 7/02/2021 e 8/02/2021

Provas de Habilidades Específicas (exceto Música) : 11 e 12/2/2021

Divulgação da primeira chamada, às 15h : 10/3/2021

Comissão de Averiguação Virtual dos convocados cotas étnico-raciais da primeira chamada, das 9h às 14h
Solicitação e divulgação do resultado de recurso dos convocados em primeira chamada de cotas étnico-raciais : 11/3/2021

Matrícula presencial da primeira chamada (9h às 12h), nas unidades de ensino:15/3/2021

Início das aulas : 15/3/2021

Divulgação da 2ª chamada : 17/3/2021

Comissão de Averiguação Virtual dos convocados cotas étnico-raciais da primeira chamada, das 9h às 14h
Solicitação e divulgação do resultado de recurso dos convocados em primeira chamada de cotas étnico-raciais : 18/3/2021

Matrícula presencial da 2ª chamada, das 9h às 12h, nas unidades de ensino : 22/3/2021

 

Imagem de capa

Estudantes em prova e exame de Habilidades Específicas do Vestibular 2020: prova será mais curta
Estudantes em prova e exame de Habilidades Específicas do Vestibular 2020: prova será mais curta