Programa UniversIDADE recebe instrutores com curso de difusão sobre voluntariado

“As pessoas falam que vão fazer trabalho voluntário para o outro. Isso é uma grande mentira. Na verdade, você recebe mais do que oferece, de quatro a cinco vezes mais”, afirmou Jamiro Wanderley, médico cardiologista e professor da Faculdade de Ciências Médicas (FCM) da Unicamp, na manhã desta quarta-feira (12), no Curso de Difusão para Instrutores Voluntários, promovido pelo Programa UniversIDADE, em parceria com a Escola de Extensão da Unicamp (Extecamp).

Jamiro Wanderley

Dr. Wanderley trabalha há mais de 48 anos com voluntariado. Começou ainda na graduação, fazendo atendimentos na Vila Brandina e, atualmente, é um dos diretores do Hospitalhaços, ONG que trabalha com humanização hospitalar em mais de 20 municípios. “O trabalho voluntário é interessante porque você ocupa o seu tempo com coisa útil e para de reclamar tanto. O trabalho voluntário pode contagiar as pessoas. Gera uma epidemia de coisa boa!”, ressaltou

O curso marcou a recepção dos instrutores do Programa UniversIDADE para o primeiro semestre de 2020. “A intenção é começar todo semestre com uma novidade para o instrutor. Fazer com que ele entenda mais o significado do trabalho dele como voluntário. O quanto é valoroso para a Universidade e o quanto as pessoas precisam”, afirmou Simone Cristina Ferreira, assistente técnica do Programa.

Pessoas no auditório

Durante o curso, os instrutores receberam informações sobre o Estatuto do Idoso, com o presidente do Conselho Municipal do Idoso de Campinas, Raphael Jorge Tannus. A diretora de Comunicação da Pró-reitoria de Extensão (Proec) da Unicamp, Marilisa Rossilho, por sua vez, falou sobre a importância do voluntariado e apresentou o vídeo “Campus Voluntário”. O vídeo é uma mostra das atividades de voluntariado realizadas na Unicamp. Outras ações estão sendo mapeadas para a segunda edição do vídeo. Assista abaixo:

Voltado para a promoção do envelhecimento com qualidade de vida, o UniversIDADE é um programa da Diretoria de Extensão da Proec Unicamp, que já atendeu 7.634 pessoas, desde 2015, com atividades nas áreas de arte, saúde e lazer. O programa conta com voluntários de dentro e fora da Universidade, sendo em sua maioria estudantes e funcionários, docentes e técnico-administrativos.