Conexão Cultura, da Rádio Unicamp, destaca 35 anos do Cedae

"Da esq. à dir., as historiadoras e arquivistas do Cedae, Patrícia Cano Saad, Roberta Botelho e Valéria Barbosa
"Da esq. à dir., as historiadoras e arquivistas do Cedae, Patrícia Cano Saad, Roberta Botelho e Valéria Barbosa

Um acervo em que é possível encontrar desde desenhos e aquarelas de Monteiro Lobato, até registros sonoros de línguas que correm (ou corriam) risco de desaparecer por falta de falantes vivos. Em meio a cartas recebidas e enviadas por importantes escritores como Oswald de Andrade e Hilda Hilst, há também espaço para os anônimos que fazem da Literatura de Cordel uma das mais autênticas expressões da cultura brasileira, para os figurinos do célebre Teatro Brasileiro de Comédia (TBC), ou para guardar a memória de importantes pesquisas e entidades da área dos Estudos da Linguagem. 

Essa é a diversidade – e a riqueza – do Centro de Documentação Cultural Alexandre Eulalio (Cedae), arquivo público vinculado ao Instituto de Estudos da Linguagem da Unicamp (IEL), que está completando 35 anos de existência em 2019.

Em edição especial do Conexão Cultura, a Rádio Unicamp recebeu parte da equipe do Cedae para falar sobre a trajetória desse arquivo cujo maior mote é resistir: não só à ação do tempo, que está sempre a desafiar aqueles que se dedicam à preservação da história e da memória, mas também às conjunturas econômicas e políticas que acabam relegando para segundo plano esse tipo de trabalho, tão minucioso quanto mal compreendido em tempos de tantas urgências e pressões diversas.

O programa vai ao ar neste sábado, dia 2, a partir das 13 horas, pela Rádio Unicamp.

Ouça ao vivo em: bit.do/radiounicamp

Ou quando quiser, na página do Conexão Cultura