Alunos do Cotuca se destacam em Olimpíada Brasileira de Biologia

Candidatos durante atividade no Instituto Butantan durante terceira fase da OBB
Candidatos durante atividade no Instituto Butantan durante terceira fase da OBB

Alunos do Colégio Técnico de Campinas (Cotuca) da Unicamp tiveram destaque na Olimpíada Brasileira de Biologia (OBB), organizada pelo Instituto Butantan. Gustavo Miller Santos, aluno do terceiro semestre de Informática e Marcus Vinícius Miglio Teixeira, do quinto semestre de Enfermagem conquistaram medalha de ouro e prata, respectivamente, na segunda fase da competição que reuniu mais de oito mil estudantes de 1.400 escolas brasileiras.

A organização concede, apenas, 15 medalhas de ouro, 47 de prata e 108 de bronze para aqueles alunos com melhor desempenho nas provas. “É um resultado de muito respeito, considerando que a OBB premia apenas 15 estudantes com medalha de ouro. Por isso, a premiação tem sido utilizada em processos de admissão em universidades norte-americanas, por exemplo. A própria Unicamp tem admitido medalhistas de olimpíadas”, destaca o professor de Biologia Jodir Pereira da Silva.

Como principal incentivador, o professor acompanha estudantes em olimpíadas desde 2017. “Acho indispensável motivar os alunos a participarem e ampliarem seus horizontes. Imagine despertar a curiosidade e a motivação do aluno em aprender o que você, com prazer, quer ensinar”, afirma. Para ele, as olimpíadas correspondem às avaliações de maior nível que podem ser encontradas no Brasil.

Professor Jodir e medalhista de ouro na OBB, Gustavo Miller Santos
Professor Jodir Pereira da Silva e medalhista de ouro na OBB Gustavo Miller Santos: incentivo 

Gustavo Miller Santos tem 16 anos e descobriu sua “paixão” por Biologia quando começou a participar de olimpíada. Em 2018, ele se envolveu por curiosidade, mas a experiência foi tão positiva que se sentiu motivado a participar novamente. “Os estudos da matéria se tornaram um hobby para mim, que faço por horas no período de férias, feriados e parte do tempo disponível que tenho durante o período letivo. Tenho muito a agradecer minha família que incentiva, meus amigos e o professor Jodir que tem me acompanhado durante esta trajetória”, comemora.

O estudante de Informática chegou a participar da terceira fase da Olimpíada com outros 14 competidores que garantiria uma vaga para a competição internacional e teve muito bom desempenho, no entanto, não alcançou classificação. “A terceira fase da Olimpíada foi incrível. Fiquei uma semana no Instituto Butantan e tive contato com atividades práticas de que nunca tive a oportunidade de participar. Apesar de não ter sido selecionado, me sinto contente por ter ganhado a medalha de ouro e disputado com os melhores alunos do Brasil”, avalia.

Marcus Vinícius Miglio: chance no Vestibular Unicamp de Vagas Olímpicas
Marcus Vinícius Miglio: chance no Vestibular Unicamp de Vagas Olímpicas

A medalha de prata pode ser a chance de Marcus Vinícius Miglio Teixeira entrar no Vestibular da Unicamp - Vagas Olímpicas. Esta foi uma das motivações que levaram o estudante de 18 anos a participar da OBB. O principal estímulo, no entanto, foi a chance de ganhar reconhecimento em uma competição na área que gosta muito e tem prazer em aprender. “Foi surpreendente e, ao mesmo tempo, recompensador ter sido um dos premiados, já que a competição foi acirrada nos dois anos em que participei”, analisa.

Imagem de capa

Alunos em atividade Instituto Butantan
Alunos em atividade no Instituto Butantan