Edital apoia criação de cursos de extensão a distância

Com objetivo de ampliar o público dos cursos de extensão oferecidos pela Unicamp, a Escola de Extensão (Extecamp) da Pró-reitoria de Extensão e Cultura (Proec) lançou na última semana o edital para desenvolvimento e oferecimento de cursos a distância. “Pretendemos com esse edital expandir o alcance dos cursos de extensão oferecidos pela Universidade, levando as especialidades do nosso corpo docente para um público mais amplo”, explicou Eduardo Galembeck, diretor da Extecamp. As propostas podem ser inscritas por qualquer docente da Universidade até dia 13 de março. No dia 12 de fevereiro, das 10h às 12h, no Auditório da Educorp, será realizada uma reunião para esclarecer dúvidas e dar orientações sobre o edital com os docentes interessados. (Edital ProEC-EAD 01/2019)

O grande avanço do edital desse ano, segundo Galembeck, é a forma de execução do orçamento, que será realizada via Fundação de Desenvolvimento da Unicamp (Funcamp). “Isso vai dar muito mais agilidade”, afirmou o diretor.

diretor da estecamp
Eduardo Galembeck, diretor da Extecamp

Outra novidade é a possibilidade de oferecimento contínuo do curso, que dá ao professor a possibilidade de oferecer cursos a serem realizados de acordo com as disponibilidades dos alunos. “Agora o professor tem opção de fazer o curso sob demanda. O aluno pode entrar e fazer o curso no tempo dele”, explicou Galembeck.

Os cursos podem ser propostos nas modalidades difusão, extensão, aperfeiçoamento e especialização. “Os cursos de difusão são mais livres. Não há avaliação, somente a frequência é cobrada. Os demais têm cargas horárias específicas, avaliação e emitem certificado”, explicou o diretor. A forma também pode ser escolhida pelo docente, com a ferramenta que julgar mais conveniente. Serão disponibilizadas as plataformas Moodle, GoogleClass e Coursera.

Conforme explicou Glaucia Lorenzetti, gerente do projeto, cada proposta poderá receber até 20 mil reais, sendo 210 mil reais o montante total de recursos no edital. O valor poderá ser utilizado para compra de materiais e equipamentos, prestação de serviços e bolsas de monitoria. Os cursos oferecidos poderão ser gratuitos ou pagos, a depender do critério do proponente e política da unidade de ensino a qual pertence. Há ainda uma parceria com a Rádio e TV Unicamp, que oferecerá serviços de gravação e edição com valores mais baixos.

gerente do projeto
Glaucia Lorenzetti, gerente do projeto

Entre os critérios que serão avaliados nas propostas estão: abrangência do público-alvo,  coerência da proposta e  reprodutibilidade do projeto. “Vamos avaliar se aquele projeto poderá ser reproduzido outra vez, se o professor terá condições de dar continuidade após a primeira edição apoiada pelo edital”, explicou Glaucia.

Segundo Glaucia Lorenzetti, além dos projetos selecionados, a Extecamp criará, a partir das inscrições no edital, um banco de dados para que os não contemplados tenham acesso a outras oportunidades ao longo do ano. “Muitas vezes aparecem chamadas externas, mesmo internacionais, sempre com prazos muito curtos. Com o banco de dados poderemos sugerir projetos que se encaixem”, contou.

 

 

Imagem de capa

Edital Proec
Edital Proec