Ator global proporciona dia da beleza a pacientes do Caism

O ator Di Rizzi visita pacientes com câncer no Caism
O ator Di Rizzi visita pacientes com câncer no Caism

O Hospital da Mulher – Caism foi alvo, na manhã desta segunda-feira (29), de duas ações que atraíram público para a instituição no contexto do evento Outubro Rosa: um dia de beleza com a participação do Salão Espaço Di Rizzi, Odonto Magic e François Cosmétiques, além de uma oficina de laços de fita da empresa Fitas Progresso.

O ator Anderson Di Rizzi veio de São Paulo para a Unicamp prestigiar o evento do Caism de um modo bem particular. Ele é proprietário, há 13 anos, do Espaço Di Rizzi, no Jardim Guanabara, e trouxe sua equipe para fazer cortes de cabelo, penteados e unhas das pacientes. As funcionárias do hospital também ganharam limpeza de pele.

Di Rizzi comentou que está muito feliz por conhecer o Caism e por poder participar dessa ação dedicada às pacientes. “O mínimo que podíamos fazer era trazer amor, carinho, atenção e beleza para essas lutadoras. Saí de São Paulo só para vir aqui pessoalmente dar o meu abraço nessas mulheres.”
 

Equipe do Espaço Di Rizzi
Equipe do Espaço Di Rizzi
Funcionárias ganham limpeza de pele
Funcionárias ganham limpeza de pele

Ele tirou fotografias, distribuiu autógrafos, deu entrevistas a três emissoras de TV e conversou com quem se aproximou dele para saber da sua carreira. Também fez questão de participar da oficina de laços de fita, ao lado das pacientes.

O ator nasceu em Campinas, cidade onde sua família ainda reside, no Jardim Interlagos. O ator, contratado pela Rede Globo, acaba de participar do filme Tô ryca 2 e está em cartaz no Teatro do Masp com a peça teatral Um beijo em Franz Kafka até o próximo dia 2 de dezembro. A sua última novela foi Êta Mundo Bom!, na qual viveu o caipira Zé dos Porcos. 

Fitas
A empresa Fitas Progresso ofereceu uma oficina de tiaras às pacientes com câncer e acompanhantes que passaram hoje pelas sessões de radio e de quimioterapia no Caism. Mais de 30 mulheres participaram dessa atividade e receberam kits com tiara, laços de fita, pedrarias e acessórios. Cada kit distribuído custa por volta de R$ 10,00 e o trabalho pronto pode girar em torno de R$ 50,00.
 

Pacientes aprendem a fazer laços de fita em oficina
Pacientes aprendem a fazer laços de fita em oficina

Essa empresa, cuja sede fica em Nova Odessa, também realiza ações sociais através do Clube Solidário (de artesanato e doações) e, por conta disso, acaba de firmar uma nova parceria com o Caism. O grupo se comprometeu a vir mensalmente ao hospital oferecer oficinas temáticas, “verdadeiras aulas de terapia”, revelou Margarete Garcia, responsável pelo clube.  “Também vamos ensinar o Grupo de Voluntárias a fazer etiquetas para os produtos que comercializam em prol das mastectomizadas.”

A paciente Geraci de Oliveira, compenetrada na atividade de confeccionar o seu próprio laço, afirmou que esse trabalho é uma ótima distração para as pessoas que aguardam atendimento. Ela falou que em janeiro próximo passará por uma cirurgia e que está confiante no resultado, “pois o atendimento no Caism é o melhor da região”.
 

A paciente Geraci de Oliveira
A paciente Geraci de Oliveira