Alunas da Engenharia Química representam Brasil em competição na China

Duas alunas da Faculdade de Engenharia Química (FEQ) representam a Unicamp e o Brasil na competição Three Minutes Thesis Student Competition (3MT), em Pequim (China), no dia 13 de outubro. A competição é parte da programação do sétimo simpósio internacional McDonnell International Scholars Academy Symposium, que ocorre entre os dias 11 e 14 de outubro e tem o reitor Marcelo Knobel como um dos palestrantes convidados. Bárbara Maria Borges Ribeiro e Gabriela Filipini Ferreira vão apresentar suas pesquisas de doutorado, em inglês, a um público não especialista, usando apenas três minutos e um único slide sem animação.

Na primeira fase da competição foram selecionados 6 candidatos na Unicamp, única universidade do País convidada a participar. As apresentações foram gravadas e submetidas ao júri internacional da Universidade de Washington em St. Louis e da Universidade de Universidade Tsinghua, em Pequim. Foram selecionados 15 finalistas, entre eles as duas estudantes da FEQ. As pesquisas apresentadas são relacionadas aos três temas do simpósio: Agricultura, Alimento e Água, Mudanças Climáticas; Energia e Meio Ambiente ou Saúde Pública e Envelhecimento. 

Gabriela desenvolve pesquisa sobre a produção de emulsificante (monoacilglicerois) e biodiesel a partir do óleo de microalgas, integrando as indústrias do biodiesel e sucroalcooleira. Ele é orientada pelo docente Leonardo Vasconcelos Fregolente e pela pesquisadora Luísa Fernanda Ríos Pinto. “Achei um excelente exercício o desafio de resumir em apenas três minutos a minha pesquisa, tentando passar de forma interessante sua importância e contribuição”, afirmou.

Segundo a estudante a FEQ possui muitos alunos de pós-graduação que estudam a alternativa de biocombustíveis de segunda e terceira geração e outros biomateriais, que visam minimizar os efeitos da mudança climática e demais prejuízos do uso de fontes fósseis. “Este é um assunto importantíssimo, que deve ser discutido e demanda investimento”, complementou.

Assista ao vídeo da aluna Gabriela Filipini:

A doutoranda Bárbara pesquisa o desenvolvimento de um reator para degradação de alguns poluentes atmosféricos, conhecidos como compostos orgânicos voláteis (COVs). “Estes compostos são muito utilizados nas indústrias e também estão presentes no nosso dia-a-dia mas podem causar danos à saúde humana e provocar alguns problemas ambientais, como o aumento do efeito estufa. O reator utilizado na minha pesquisa é capaz de tratar o ar contaminado com estes poluentes, liberando um ar limpo e livre de impurezas”. Para ela participar da competição é uma ótima oportunidade de divulgar os trabalhos desenvolvidos no grupo de pesquisa, orientado pelo docente Edson Tomaz.

Assista ao vídeo da aluna Bárbara Maria Borges Ribeiro:

A professora Sandra Maria Carmello Guerreiro, assessora da Pró-reitoria de Pós-Graduação (PRPG) coordenou a etapa da competição na Unicamp. “Apresentar os resultados de pesquisas da Universidade para o mundo é um fator importante para a nossa internacionalização”, destacou. Acesse aqui mais informações sobre o simpósio.