Nota de repúdio aos atos de vandalismo no IEL e IG

A Reitoria da Unicamp condena com veemência os atos de vandalismo cometidos no Instituto de Estudos da Linguagem (IEL) e no Instituto de Geociências (IG) na noite desta terça-feira (14), quando um indivíduo desenhou suásticas e escreveu mensagens de cunho racista e de apologia à violência em telas de computadores, paredes, mesas e vasos sanitários da Biblioteca Antonio Cândido, e no banheiro masculino do IG.

Mais graves do que os danos causados ao patrimônio público são o simbolismo dos desenhos e o teor das mensagens, totalmente incompatíveis com os valores da Unicamp e absolutamente inaceitáveis no âmbito de uma comunidade acadêmica que preza a democracia, a paz e a diversidade.

A Reitoria tomará todas as providências para apurar o fato e prestará todo o apoio necessário às duas unidades para garantir que o autor desses atos deploráveis seja identificado e devidamente processado dentro e fora da Universidade.

Nesta quarta-feira (15), a Unicamp decidiu abrir sindicância para apurar o caso, a vigilância da Universidade iniciou a análise de imagens do circuito interno de câmeras para tentar identificar o autor das pichações e será registrado boletim de ocorrência na Polícia Civil.

Reitoria da Unicamp
Campinas, 15 de agosto de 2018

twitter_icofacebook_ico

Comunidade Interna

A publicação apresenta um panorama das pesquisas desenvolvidas por estudantes e pesquisadores indígenas nas diferentes regiões do país, em todas as áreas do conhecimento

O grupo é composto por 65 intercambistas de graduação, que farão disciplinas isoladas em diferentes cursos, e 70 alunos regulares de pós-graduação

No espaço, o cliente escolhe o produto, faz o pagamento e prepara sua refeição nos equipamentos de apoio disponíveis no local;  a loja funciona 24 horas por dia, ininterruptamente

Atualidades

O projeto “Reator sustentável: constituído por eletrodos de óxidos metálicos e células solares, para aplicações na descontaminação de água ou conversão de CO2 utilizando energia solar” é desenvolvido no âmbito do Centro de Inovação em Novas Energias 

Professor do Instituto de Geociências e autor do livro “Africano: uma introdução ao continente”, Kauê Lopes dos Santos comenta aproximação com países como Egito e Etiópia

Estudos anteriores já apontavam a proteína MKK3 como um fator importante na sobrevivência e proliferação de células tumorais

Cultura & Sociedade

Escritor e articulista, o sociólogo foi presidente da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Ciências Sociais no biênio 2003-2004

O evento acontecerá entre os dias 29 de fevereiro e 10 de março; a obra ESTAFA ou sobre os sonhos não dormidos foi selecionada na categoria de peças internacionais