Cinfotec discute estratégias de TI na Unicamp

Edição de imagem
Plateia do Cinfotec no Centro de Convenções. O público está sentado  e à frente os palestrantes também sentados.
Plateia com profissionais de TI no Centro de Convenções da Unicamp

A coordenadora geral da Unicamp, professora Teresa Atvars, falou sobre as estratégias de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) no segundo dia do Cinfotec Unicamp (Comunicação, Informação e Tecnologia) nesta quinta-feira, 24, no Centro de Convenções da Universidade.

O evento está na sétima edição e o objetivo é reunir os profissionais de TIC da Universidade para compartilhamento de experiências, além de oferecer oportunidades de atualização profissional. Atvars comentou sobre as ações da Coordenadoria Geral da Unicamp (CGU) para viabilização do projeto Universidade Digital 2020, inserido no Planejamento Estratégico (Planes) 2016-2020.

“Estamos fazendo um trabalho muito forte para viabilizarmos a Unicamp digital. Nosso objetivo no Cinfotec é falar sobre os esforços para envolver essa comunidade qualificada e temática”, comentou a coordenadora geral. Atvars falou ainda sobre o planejamento estratégico da CGU e sobre os vários projetos estratégicos na área que estão em andamento, entre eles o de Governança de TI.

O Planes descreve Universidade Digital como um conceito que se consolidou a partir dos anos 2000, com a intensificação do uso de tecnologias para aumentar a eficiência da organização, principalmente em seus processos administrativos e de gestão. “A Universidade estará conectada, com seus processos informatizados e a redução substancial da tramitação de processos em papel, além do bom atendimento aos usuários nos sistemas informatizados”, explicou.

Teresa Atvars com o microfone na mão está sentada entre os outros dois convidados. Apenas seu rosto aparece em destaque.
A coordenadora geral da Unicamp Teresa Atvars fala sobre a governança de TI na Universidade

De acordo com a professora, para chegar aos objetivos da Universidade Digital é preciso que as ações sejam integradas. “Estamos fazendo mudanças na gestão, trazendo a gestão de TI para a área estratégica e pensando em organizar como vamos alcançar os objetivos. Depende da cooperação entre os profissionais e os órgãos e isso nós fomentamos aqui”.

Além de Teresa Atvars, também participou da mesa o professor Paulo Licio De Geus – Coordenador Adjunto da Coordenadoria de Tecnologia da Informação e Comunicação (CITIC), que promove o Cinfotec. Foi convidado o diretor de desenvolvimento de negócios da empresa Gartner, contratada pela CGU para falar sobre o trabalho de aconselhamento em TI desenvolvido com a administração da Universidade.

 

Imagem de capa
Foto mostra plateia do Cinfotec

twitter_icofacebook_ico

Comunidade Interna

Uallace Moreira Lima reafirmou o compromisso do atual governo em apoiar ações e projetos responsáveis por contribuir para o crescimento econômico e sustentável do país

A publicação apresenta um panorama das pesquisas desenvolvidas por estudantes e pesquisadores indígenas nas diferentes regiões do país, em todas as áreas do conhecimento

O grupo é composto por 65 intercambistas de graduação, que farão disciplinas isoladas em diferentes cursos, e 70 alunos regulares de pós-graduação

Atualidades

O encontro reuniu estudiosos do Brasil e do mundo para discutir a forma como as duas áreas devem se preparar a fim de enfrentar os grandes desafios contemporâneos no campo da saúde mental

O projeto “Reator sustentável: constituído por eletrodos de óxidos metálicos e células solares, para aplicações na descontaminação de água ou conversão de CO2 utilizando energia solar” é desenvolvido no âmbito do Centro de Inovação em Novas Energias 

Professor do Instituto de Geociências e autor do livro “Africano: uma introdução ao continente”, Kauê Lopes dos Santos comenta aproximação com países como Egito e Etiópia

Cultura & Sociedade

Escritor e articulista, o sociólogo foi presidente da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Ciências Sociais no biênio 2003-2004

O evento acontecerá entre os dias 29 de fevereiro e 10 de março; a obra ESTAFA ou sobre os sonhos não dormidos foi selecionada na categoria de peças internacionais