Edson Tomaz é reempossado diretor da Faculdade de Engenharia Química

Edson Tomaz é reempossado diretor da FEQ
Edson Tomaz é reempossado diretor da FEQ

O professor da Unicamp Edson Tomaz foi reempossado diretor da Faculdade de Engenharia Química (FEQ) da Unicamp nesta sexta-feira (18), durante sessão solene realizada no auditório da faculdade. Ele estará à frente da unidade para o exercício 2018-2022, tendo como diretora associada a professora Angela Maria Moraes.

A cerimônia foi presidida pelo reitor da Unicamp Marcelo Knobel e contou com as presenças da coordenadora geral da Universidade Teresa Dib Zambon Atvars, da pró-reitora de Desenvolvimento Universitário Marisa Beppu, da pró-reitora de graduação Eliana Amaral, do pró-reitor de pesquisa Munir Skaf, do chefe de Gabinete Joaquim Bustorff e da chefe de Gabinete adjunta Shirlei Pimentel, entre outras autoridades. O evento foi prestigiado pela comunidade universitária.

O professor Edson Tomaz iniciou seu discurso dizendo que a sua posse era no mínimo diferente, já que ele é o atual diretor da FEQ e que estaria passando o cargo para ele mesmo. Afirmou que o período que vivenciou foi de grande aprendizado e que o novo período terá como um dos desafios lidar com a crise orçamentária. “Mesmo assim, procuraremos oferecer uma faculdade de excelência aos nossos alunos e à sociedade”, comprometeu-se.

Ele enfatizou que o maior valor da FEQ é o diálogo, para atingir um resultado convergente com um longo trabalho, já iniciado pelos ex-diretores que o antecederam. “Nossa unidade está entre as menores da Unicamp em termos de recursos humanos, porém está entre as maiores em termos de produção e reconhecimento. Estamos entre as 100 melhores faculdades de engenharia química do mundo”, contou.
 

Edson Tomaz faz seu primeiro discurso como diretor reempossado
Edson Tomaz faz seu primeiro discurso como diretor reempossado

Edson Tomaz afirmou que a sua unidade tem como alvos avançar na internacionalização, recuperar a nota 7 na pós-graduação junto à Capes, desburocratizar a faculdade e incentivar a informatização para fazer frente à redução do quadro de funcionários e professores, que vem se acentuando com o passar dos anos.  

A segunda parte do seu discurso envolveu muitos agradecimentos a todos os que contribuíram com a sua gestão, sobretudo à professora Marisa Beppu, a quem substituiu, para que ela assumisse a pasta de titular da Pró-Reitoria de Desenvolvimento Universitário (PRDU); aos funcionários, alunos e docentes; à Reitoria e aos diferentes órgãos da Universidade.

Em sua fala, Marisa Beppu lembrou que, em 2014, ao tomar posse como diretora da FEQ, disse que as grandes questões na gestão seriam herdar o legado deixado pelos seus antecessores, sem deixar que a faculdade perdesse a sua identidade. “Sempre fomos de vanguarda e amalgamamos essa experiência”, ressaltou.

Segundo a pró-reitora, “a FEQ de 2018 é bem diferente em termos de composição e de processos de trabalho em relação a quando assumimos a sua direção, embora sua essência continue sendo preservada. Aqui vemos engajamento e trabalho. E esta casa muito nos orgulha”.

Marisa Beppu aproveitou para elogiar o diretor da FEQ pela sua visão administrativa singular. Enfatizou que "a ideia é obter agora reconhecimento nacional, pois internacionalmente isso já vem ocorrendo”, sublinhou. “Tive uma imensa honra de dirigir essa faculdade por três anos.”

Com a palavra, o reitor da Unicamp manifestou a sua satisfação de poder empossar Edson Tomaz, a quem se refere como um docente que tem como característica o fato de ser uma pessoa tranquila. “Com essa característica, o professor Edson tem a possibilidade de construir nesta gestão uma faculdade ainda melhor e, com isso, todos ganham."
 

O reitor Marcelo Knobel
O reitor Marcelo Knobel discursa
Público que prestigiou o evento
Público que prestigiou o evento

O reitor também reconheceu o importante trabalho realizado por Marisa Beppu na Faculdade de Engenharia Química, bem como o seu esforço para tornar o que a unidade é no momento. Ele encerrou a sua fala agradecendo ao trabalho feito até aqui e pela escolha de Edson Tomaz, que será determinante para os próximos quatro anos. “Juntos vamos fazer o possível para que a Unicamp e a FEQ cresçam”, concluiu.

FEQ
Em 1979, formou-se a primeira turma do curso de graduação em engenharia química. O mestrado começou em 1980. Em 1989, efetivou-se a aprovação da proposta de criação da FEQ. Em 2007, o curso de pós-graduação atingiu o conceito máximo na avaliação trienal da Capes. Em 2009, a unidade foi agraciada com o Prêmio Inova como a unidade que teve o maior crescimento no número de depósitos de patentes. Em 2011, houve uma reestruturação departamental que reconfigurou a pós-graduação e a pesquisa na unidade. Em 2012, novamente a FEQ figurou como a unidade que mais depositou patentes, entre outros marcos relevantes. 
 

Marisa Beppu, pró-reitora de Desenvolvimento Universitário
Marisa Beppu, pró-reitora de Desenvolvimento Universitário
Autoridades durante cerimônia de posse de Edson Tomaz na FEQ
Autoridades durante cerimônia de posse de Edson Tomaz na FEQ