Sinfônica inicia série de apresentações na Região Metropolitana

A Orquestra Sinfônica da Unicamp (OSU) iniciará uma série de apresentações em municípios da Região Metropolitana de Campinas em 2018. O Programa Sinfônico permitirá que a OSU visite cidades próximas à Unicamp que receberam poucos ou nenhum concerto da orquestra. O primeiro concerto será nesta quinta-feira (22), às 20 horas, no Auditório José Luiz Gomes Carneiro (Joaquinzão), em Monte Mor.

Apresentação da Orquestra Sinfônica da Unicamp
Apresentação da Orquestra Sinfônica da Unicamp 

As apresentações ocorrerão em paralelo com a programação normal ao longo do ano. O programa é resultado do esforço do Centro de Integração, Documentação e Difusão Cultural (Ciddic), com apoio da Pró-Reitoria de Extensão e Assuntos Comunitários (Preac), em buscar parcerias com outras instituições para ajudar a levar o trabalho da Orquestra para o público. "Nosso principal objetivo é a divulgação da musica erudita e a formação de público para esse repertório", explica Angelo José Fernandes, professor do Departamento de Música do Instituto de Artes (IA) e coordenador do Ciddic.

Os concertos do Programa Sinfônico serão sempre gratuitos e várias das cidades que farão parte do circuito nunca receberam nenhuma apresentação da OSU. Os municípios parceiros do projeto irão garantir a infraestrutura necessária para a realização dos concertos, e a produção dos espetáculos será de responsabilidade da equipe do Ciddic da Unicamp.

Solista em apresentação da Orquestra Sinfônica da Unicamp
Solista em apresentação da Orquestra Sinfônica da Unicamp 

A OSU fará no circuito regional espetáculos com preocupação didática na escolha do repertório. Além da música, serão repassadas ao público informações sobre a vida de cada compositor escolhido e o contexto histórico. No concerto de Monte Mor, estarãopresentes no repertório aberturas de composições de Felix Mendelssohn (Sonho de uma Noite de Verão), Arthur Sullivan (O Mikado), Gioachino Rossini (O barbeiro de Sevilha), Ludwig van Beethoven (Coriolano), entre outras.

Músicos da Orquestra Sinfônica da Unicamp em apresentação no centro de Campinas
Músicos da Orquestra Sinfônica da Unicamp em apresentação no centro de Campinas

“Na abertura aparecem os temas principais que estarão ao longo de toda a ópera ou musical. É importante que nesses concertos que a gente consiga trazer para as pessoas algo que elas reconheçam, que já esteja no inconsciente delas de alguma forma, embora não saibam e aonde vem”, explica o professor Angelo Fernandes.

O concerto terá a regência do maestro convidado Fernando Ortiz de Villate e participação da solista Marina Maugeri no violino. Além de Monte Mor, já estão agendadas apresentações em Vinhedo, no dia 25 de abril, e em Hortolândia, no dia 16 de maio.

A busca pela formação de público e divulgação da música erudita a partir do resgate de clássicos é uma preocupação constante entre os envolvidos nos projetos da Orquestra Sinfônica da Unicamp. Por isso o projeto de circulação da OSU na Região Metropolitana de Campinas também será uma forma de difundir o trabalho da orquestra para um público maior.

 Angelo Fernandes, coordenador do Ciddic
 Angelo Fernandes, coordenador do Ciddic

“Quanto mais acesso você dá para uma pessoa poder escutar música erudita, mais intimidade ela terá. É importante a Unicamp ter sua orquestra e mantendo um órgão cultural que faz esse trabalho artístico. Uma forma de conservar a cultura de um povo é através da arte, e poder fazer isso por meio de uma orquestra é algo muito significativo", ressalta Angelo Fernandes.

Além do Programa Sinfônico, as atividades normais da OSU continuarão em 2018. A programação poderá ser acompanhada no site da orquestra ou na agenda do Portal da Unicamp.

Músico da Orquestra Sinfônica da Unicamp se apresenta durante evento em Campinas
Músico da Orquestra Sinfônica da Unicamp se apresenta durante evento em Campinas

Imagem de capa

Apresentação da Orquestra Sinfônica da Unicamp 
Apresentação da Orquestra Sinfônica da Unicamp