Editora da Unicamp e dois docentes do Instituto de Estudos da Linguagem vencem Prêmio Jabuti 2017

Livros da Editora da Unicamp e do IEL, vencedores do Prêmio Jabuti 2017
Livros da Editora da Unicamp e do IEL, vencedores do Prêmio Jabuti 2017

"Manual de Editoração e Estilo", de Plínio Martins Filho, é o vencedor do Prêmio Jabuti 2017 na categoria Comunicação. O livro é uma co-edição da Editora da Unicamp, Edusp e Editora UFMG. O Instituto de Estudos da Linguagem (IEL) também teve dois premiados, com docentes do Departamento de Teoria Literária. Conversações com Goethe nos Últimos Anos de Sua Vida: 1823-1832, de Mário Luiz Frungillo, foi publicado pela Editora Unesp e vencedor da categoria Tradução. Marcos Siscar, com De Volta ao Fim: O "Fim das Vanguardas" Como Questão de Poesia Contemporânea, Editora 7letras, ficou em terceiro na categoria Teoria/Crítica Literária, Dicionários e Gramáticas.

Editora
"Fico muito feliz com o prêmio, que recebo como um reconhecimento de um trabalho de mais de 20 anos", diz Plínio Martins Filho, autor do Manual de Editoração e Estilo. A obra, explica ele, foi concebida para ser usada como referência para pesquisadores adequarem suas teses e dissertações para publicação."Dessa maneira, a comunicação entre os acadêmicos e as editoras é facilitada". Plínio Martins Filho tem a experiência de 45 anos na edição de livros, tendo passado pela Editora Perspectiva, Ateliê Editorial e Edusp. É professor do curso de Editoração da Escola de Comunicação e Artes da USP. Conheça a obra na resenha de Heloísa Buttini

"Para a Editora da Unicamp é uma grande honra receber o prêmio Jabuti pelo livro Manual de Editoração e Estilo, de Plínio Martins", afirma Marcia Azevedo Abreu, diretora da Editora. "E é uma alegria ter compartilhado sua publicação com outras grandes editoras acadêmicas - a Edusp e a Editora da UFMG. Este livro sobre livros é uma referência incontornável para todos os interessados em editoração."

Premiação
A Câmara Brasileira do Livro (CBL) realizou no dia 31 de outubro a apuração dos vencedores do 59º Prêmio Jabuti. As três obras que receberam a maior pontuação dos jurados foram premiadas em cada categoria, respectivamente, em primeiro, segundo e terceiro lugares. A relação de vencedores foi validada pela auditoria Ecovis Pemom e já está disponível no site do Jabuti.

Para esta edição, o Prêmio Jabuti trouxe como novidade duas categorias que se juntaram às vinte e sete já existentes: “História em Quadrinhos” e “Livro Brasileiro Publicado no Exterior”.  Segundo o curador Luiz Armando Bagolin, “a edição deste ano demonstra que estamos próximos do encerramento de uma longa fase de existência do Prêmio Jabuti, agigantado graças ao grande número de categorias que foram sendo acrescentadas ano a ano. A partir da próxima edição, o que está sendo proposto é uma atualização do Jabuti com foco nos leitores e autores brasileiros, no que desejam ou esperam de um grande prêmio literário”.. E é uma alegria ter compartilhado sua publicação com outras grandes editoras acadêmicas - a Edusp e a Editora da UFMG. Este livro sobre livros é uma referência incontornável para todos os interessados em editoração."

A cerimônia de entrega do Jabuti acontecerá dia 30 de novembro, no Auditório Ibirapuera Oscar Niemeyer. Os primeiros colocados de cada categoria receberão o troféu Jabuti e R$ 3,5 mil, exceto a categoria “Livro Brasileiro Publicado no Exterior”, contemplada com a estatueta, a vinda do representante da editora estrangeira para a cerimônia e a promoção de um Projeto Comprador junto às editoras do Brazilian Publishers dos segmentos que essa editora publica, realizado com apoio da Apex-Brasil. Os vencedores dos segundos e terceiros lugares ganharão a estatueta.

Na premiação, também serão revelados os vencedores do Livro do Ano – Ficção e Livro do Ano – Não Ficção, definidos por votação dos profissionais do mercado editorial. Os vencedores serão contemplados, individualmente, com o prêmio de R$ 35 mil, além da estatueta dourada.

Nesta edição, a escritora Ruth Rocha será homenageada com o prêmio Personalidade Literária pelo conjunto de sua obra e contribuição à formação de gerações de leitores.

Os vencedores foram escolhidos entre mais de 2.346 obras inscritas, por um júri de especialistas indicado pelo mercado editorial e validado pelo Conselho Curador do Prêmio, composto pelo curador Luiz Armando Bagolin, Jair Marcatti, professor da Escola Superior de propaganda e Marketing (ESPM) e coordenador do Observatório de Economia Criativa da mesma instituição, Luis Carlos de Menezes, professor sênior do Instituto de Física da Universidade de São Paulo e Coordenador Acadêmico da Faculdade SESI/SP de educação, Pedro Almeida, publisher, jornalista e professor de literatura, e Eduardo Jardim, filósofo, professor, autor e vencedor do Livro do Ano de 2016. Apenas no dia da cerimônia, o júri será conhecido por todo o público.

Outros prêmios
Pertence à comunidade da Unicamp e também foi premiado no Jabuti? Mande, por favor, e-mail com as informações para portal@unicamp.br.