Estudo desvenda como hormônio aumenta o acúmulo de açúcar na cana

Nos canaviais no Brasil é comum a aplicação na cana de reguladores de crescimento ou maturadores químicos, análogos aos hormônios vegetais, com o objetivo de acelerar e aumentar o amadurecimento (acúmulo de sacarose) e inibir o florescimento da planta para prolongar os períodos de colheita e moagem e, dessa forma, aumentar a produtividade e os ganhos econômicos dos canavieiros.

Um grupo de pesquisadores do Instituto de Biologia da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), em colaboração com colegas do Instituto Agronômico (IAC) e do Instituto de Química da Universidade de São Paulo (IQ-USP), desvendou, agora, como um desses hormônios age em nível molecular na cana, contribuindo para aumentar o armazenamento de sacarose na planta.

Resultado da pesquisa de doutorado da estudante Camila Pinto da Cunha, realizada com Bolsa da FAPESP, e de um projeto apoiado pela Fundação no âmbito do Programa de Pesquisa em Bioenergia (BIOEN), o estudo foi publicado na revista Scientific Reports, do grupo Nature.

Leia notícia na página da Agência Fapesp

 

Imagem de capa

Foto de Léo Ramos Chaves, com montagem de Paulo Cavalheri
Foto de Léo Ramos Chaves, com montagem de Paulo Cavalheri