Dia Internacional dos Defeitos Congênitos. Unicamp é referência no atendimento no Brasil

 

O Dia Internacional dos Defeitos Congênitos é comemorado em 3 de março. A data foi escolhida pela comunidade científica para colocar em evidência essas anomalias – dentre elas, defeitos raros como a microcefalia ou frequentes como as fendas faciais ou o conjunto das displasias esqueléticas –, que podem acometer qualquer criança no mundo, independente de sua origem étnica ou local de nascimento. “Em torno de 3% a 6% das crianças de todo o mundo nascem com algum defeito congênito, com alguma malformação. No Brasil, a estimativa é que 87 mil crianças nasçam por ano com algum defeito do desenvolvimento e muitos deles são preveníveis”, explica Denise Cavalcanti, médica geneticista e professora do Departamento de Genética Médica da Faculdade de Ciências Médicas (FCM) da Unicamp.

Leia mais na página da FCM