Projeto Viva Bem mobiliza Unicamp em parceira com SiDi e Samsung

Edição de imagem

A parceria entre Unicamp, a multinacional Samsung e Instituto SiDi, por meio do Projeto Viva Bem, foi renovada na sexta-feira, 4/2, com a inauguração do Hub de Inteligência Artificial, em cerimônia virtual. A atividade contou com as participações do reitor Antonio José de Almeida Meirelles, da coordenadora geral Maria Luiza Moretti, da secretária Estadual de Desenvolvimento Econômico Patrícia Ellen, do diretor de Planejamento de Pesquisa e Desenvolvimento da Samsung no Brasil Fernando Arruda, do pró-reitor de Pesquisa João Romano e do coordenador do Hub Anderson Rocha. O evento contou ainda com representantes Instituto de Física "Gleb Wataghin" (IFGW), do Instituto de Computação (IC), da Faculdade de Engenharia Elétrica e de Computação (FEEC) e da Faculdade de Educação Física (FEF) da Unicamp, todos terão pesquisadores envolvidos no projeto.

Há 10 anos, em 22 convênios, a Unicamp e Samsung executam projetos em parceira. O Projeto Viva Bem tem por objetivo criar condições ideais para estar na vanguarda da economia convergente focando pesquisas de ponta em IA e IoT alinhadas à formação de recursos humanos altamente capacitados para promover um ecossistema apropriado à inovação, empreendedorismo e geração de conhecimento na área de saúde e bem-estar. Segundo professor Andeson Rocha, do IC, o “Viva Bem permitirá realizar pesquisas inovadoras em que poderão levar a avanços importantes em saúde e bem-estar para o Brasil e para o mundo”.

A participação do Instituto SiDi possibilitará ao projeto utilizar um supercomputador. De acordo com Rocha, SiDi IARA (Inteligência Artificial Revolucionando o Amanhã) representa cerca de dois milhões de noteboks operando em conjunto e oferecendo inovações. Trata-se de um cluster de GPUs de altíssima capacidade, que atualmente é considerado o terceiro maior supercomputador da América Latina. O IARA foi construído para a execução das iniciativas de IA da Samsung e, a partir de agora, também será utilizado pelos pesquisadores da Unicamp no Viva Bem. O projeto tem investimento de 100% da indústria e espera em cinco anos ter seu centro de pesquisa criado.

Para o reitor da Unicamp, Antonio Meirelles, a parceria da Unicamp e Samsung, e a entrada do SiDi no projeto, atinge seu ápice com a implantação do Hub. “A nossa Universidade tem grande tradição em TI (Tecnologia da Informação) e na colaboração com indústria. Para o Viva Bem foi formado um time de primeira grandeza com professores renomados e pesquisadores. É importante a continuidade de parceria com a Samsung e o projeto terá todo o apoio da reitoria para obter sucesso”, afirmou.

A coordenadora geral da Unicamp e médica do Hospital da Clínicas, Maria Luiza Moretti, parabenizou os participantes do projeto e disse “estar feliz por ser uma pesquisa na área da saúde”. “Esse projeto trará muito benefícios às pessoas e ao país. É muito importante pesquisas que buscam identificar e antecipar tratamentos para doenças crônicas e silenciosas. É uma honra a Unicamp estar nessa parceria”, finalizou. Já a secretária de Desenvolvimento Econômico do Estado de São Paulo, Patrícia Ellen, a parceria é uma grande oportunidade para que ocorram novos investimentos nessa área com a Unicamp e outros universidades paulistas. “É importante otimizar os recursos públicos, privados e acadêmicos para apresentar soluções que melhorem a vida das pessoas”, apontou.
 

Parceria

A Samsung tem atuado para fomentar o desenvolvimento de tecnologias ligadas à Inteligência Artificial no país, com investimentos na criação de um ecossistema envolvendo a empresa, Centros de P&D e Universidades. Com o intuito de assegurar uma abordagem integral e estrutural, o Ecossistema Samsung de Inteligência Artificial fundamenta-se sobre três pilares básicos: educação, pesquisa e desenvolvimento de aplicações.

Na área de educação, a empresa tem estabelecido parcerias com importantes Universidades para promover Programas de Residência de Software em Inteligência Artificial que capacitem profissionais para combater a carência de pessoal qualificado na área de tecnologia. Já no pilar de pesquisa, a Samsung vem fomentando a criação de Centros de Excelência em Inteligência Artificial, e o projeto Viva Bem é a primeira iniciativa nesse sentido. E o desenvolvimento de aplicações acontece quando a empresa colabora para que os resultados obtidos sejam implementados na sociedade, inclusive por meio de seus produtos e serviços, promovendo inovações frequentes em âmbito global.

Imagem de capa
Pessoas praticando atividade física no Parque Taquaral

twitter_icofacebook_ico

Comunidade Interna

O grupo é composto por 65 intercambistas de graduação, que farão disciplinas isoladas em diferentes cursos, e 70 alunos regulares de pós-graduação

No espaço, o cliente escolhe o produto, faz o pagamento e prepara sua refeição nos equipamentos de apoio disponíveis no local;  a loja funciona 24 horas por dia, ininterruptamente

Atualidades

Professor do Instituto de Geociências e autor do livro “Africano: uma introdução ao continente”, Kauê Lopes dos Santos comenta aproximação com países como Egito e Etiópia

Estudos anteriores já apontavam a proteína MKK3 como um fator importante na sobrevivência e proliferação de células tumorais

Diversas iniciativas são realizadas nos meses de janeiro e fevereiro com o intuito de fomentar a formação continuada dos estudantes universitários

Cultura & Sociedade

O evento acontecerá entre os dias 29 de fevereiro e 10 de março; a obra ESTAFA ou sobre os sonhos não dormidos foi selecionada na categoria de peças internacionais

Estudo pioneiro foi realizado no Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros, em Goiás; o papel da biodiversidade é fundamental no aumento da resistência à invasão biológica