Equipe E-Racing da Unicamp representará o Brasil na Fórmula SAE Lincoln

 

As equipes Unicamp E-Racing, da Universidade Estadual de Campinas, e a V8 Racing Facens, da Faculdade de Engenharia de Sorocaba, ambas de São Paulo, representarão o Brasil na Fórmula SAE Lincoln nas categorias Elétrico e Combustão, respectivamente. As equipes brasileiras disputarão com 80 times inscritos de outros sete países - EUA, Canadá, Índia, Japão, México, Coréia do Sul e Paquistão. As provas da competição de engenharia começam na próxima quarta-feira (21) e vão até o dia 24 no Lincoln Airpark (Lincoln, Nebraska, EUA).

A equipe Unicamp E-Racing venceu na Categoria Elétrica. A equipe V8 Racing Facens foi vice-campeã na Categoria Combustão da 13ª Competição Fórmula SAE BRASIL (25 a 27 de novembro de 2016, Esporte Clube Piracicabano de Automobilismo, Piracicaba-SP). Essas conquistas garantiram a ambas as equipes a vaga na competição mundial, em que o Brasil tem pontuado entre os Top Ten.


Carros – Os carros Fórmula SAE a combustão têm motores de quatro tempos e capacidade volumétrica máxima de 610 cm³. Já os elétricos são tracionados por motores alimentados a partir de baterias de até 600 volts, com autonomia de pelo menos 22 km e potência para atingir velocidade superior a 100 km/h e acelerar de 0 a 100 km/h em menos de 3.7s. A recarga das baterias é realizada em carga lenta, numa área com alto nível de segurança, em tomada especial de 220 volts trifásica.

Os carros Fórmula SAE surgiram nos EUA em 1978. O projeto e a construção dos veículos são feitos por alunos sob orientação de professores e devem obedecer às regras e normas do regulamento SAE da competição, disponíveis no site da SAE BRASIL.

Além do Brasil, que entrou no circuito em 2004, Estados Unidos, Inglaterra, Alemanha, Austrália, Áustria, Espanha, Hungria, Itália e Japão também são países-sede das competições Fórmula SAE Combustão. Na categoria Elétrica fazem parte das competições os EUA, Alemanha, Itália, Inglaterra, Austrália e, desde 2013, o Brasil.