Piora na economia reflete descontrole da pandemia

Em análise sobre a situação do Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil durante a pandemia, economistas do Centro de Estudos de Conjuntura e Política Econômica (Cecon) do Instituto de Economia da Unicamp desmontam a ideia de que as ações de distanciamento social foram responsáveis pelo agravamento do desempenho econômico brasileiro no período.

Em nota técnica, eles pontuam que os impactos econômicos, no Brasil, são anteriores ao início da quarentena. Os pesquisadores também demonstram que, ao contrário do que o governo federal pontua, as medidas de distanciamento seriam necessárias tanto para salvar vidas como para recuperar a economia, pois criariam as condições epidemiológicas para tanto.

Para saber mais sobre o assunto, entrevistamos o professor Pedro Paulo Bastos, um dos responsáveis pela nota. Na entrevista, o professor também explica por que o negacionismo do governo federal é contraproducente em relação à economia e por que um auxílio emergencial mais robusto também seria importante à recuperação econômica.

Confira também a entrevista na íntegra em podcast